Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
165 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13080)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->FLECHA CERTEIRA -- 19/10/2005 - 09:55 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. FLECHA CERTEIRA

Silva Filho







Falar de paz, perdão, não sei se devo

Se minha paz tu sempre amesquinhas

Por isso miro e atiro, quando escrevo

Tendo por alvo as tuas próprias linhas.



Se vem no vento alguma esperança

De acertar teu coração arisco

Não sei até aonde a flecha alcança

Mas tentarei chegar como corisco.



Como Cupido, aprimorando a mira

Teu coração na mente vai passando

Logo minh’alma em convulsão atira

E algum grito eu fico esperando.



Dúbia espera – espera desmedida

De uma vida no encalço doutra vida

Como se fosse só um raio de quimera,



Bendito eco desvelando um gemido

Traz a notícia dum amor adormecido

E o troféu dessa caçada reverbera.



/aasf/





Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 411 vezesFale com o autor