Usina de Letras
Usina de Letras
31 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61949 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10254)

Erótico (13559)

Frases (50353)

Humor (19993)

Infantil (5387)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140710)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Momentos de todos os jeitos -- 14/12/2000 - 08:26 (Anjo do Armagedon) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Momentos de todos os jeitos

(Armagedon, 14/12/00, por volta de 0h50)



Há momentos de se extasiar

vendo em si o anjo-homem,

sentir o corpo se abrasar,

momentos que nos consomem.



Instantes de anjo pecador,

audaz, nunca arrependido.

Sabem todos, peca por amor

quem já está redimido.



Momentos de ficar fascinado,

de entrar em transe profundo,

de sentir-se conquistado

e de conquistar o mundo.



Momentos silentes, quietos,

nada ao redor nos afeta.

Amores são redescobertos,

momentos de anjo-poeta.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui