Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
28 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13081)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->SEM EIRA NEM BEIRA -- 04/03/2009 - 16:43 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131438349229526300


SEM EIRA NEM BEIRA
Silva Filho



Vejam só que coisa louca
Maquinando na moleira
Para muitos que trabalham
Não há eira e nem beira;
Mas pra outros a fortuna
Tem crescimento de duna
Chegando pela biqueira.

Pra quem vive em Brasília
A fortuna faz um elo
Quem não tem uma mansão
Tem ao menos um castelo;
Representantes do povo
Deixam o povo com o ovo
Pra não passar de bruguelo.

Esse ramo da CIÊNCIA
Tem nome de ESPERTEZA
Pois quem não chora não mama
Nos peitinhos da riqueza;
O povão com tantos vales
Não enxerga grandes males
Forjados pela NOBREZA.

Quem já tem bolsa pra tudo
Tem mais é que se calar
Porque bolsa pra castelo
Essa não vão espalhar;
Também a bolsa-mansão
Só pra quem faz um serão
Sem parar de trabalhar.

O Cartão Corporativo
Também pode ter sua vez
Todo mundo ganha um
Sem distinção de jaez;
Pra pagar carne, feijão
Carro, viagem, salão
Como “Pequeno Burguês”.

Um cartão que faz milagre
Sem limite de despesa
Não deixa faltar no quarto
Não deixa faltar na mesa;
Sendo canal de fartura
É o cartão que traz a cura
Pra curar qualquer pobreza.

Então vamos na balada
Sem medo de ser feliz
Crise aqui nunca tem vez
(Passa perto – por um triz);
Com o cartão milagreiro
Jamais vai faltar dinheiro
Pra manter o chafariz.

/aasf/
04/03/2009

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 426 vezesFale com o autor