Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
50 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59012 )

Cartas ( 21232)

Contos (13078)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9397)

Erótico (13483)

Frases (46347)

Humor (19241)

Infantil (4418)

Infanto Juvenil (3659)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138114)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1941)

Textos Religiosos/Sermões (5486)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->QUEM TEM O DOM DE RIMAR -- 01/03/2009 - 08:35 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131151909416439500

QUEM TEM O DOM DE RIMAR
Silva Filho





Quem tem o dom de rimar
Tem uma verve exímia
Domínio da sinonímia
E o condão de interpretar.
Tem modo próprio de olhar
O maculado e o perfeito
Sabendo dosar os efeitos
Toma o verso na medida
Da palavra faz uma brida
Faz virtudes dos defeitos.

Quem tem o dom de rimar
É Venerando, é Mestre
Quase um arcanjo terrestre
Que aprouve ao céu preparar.
Estação que leva ao ar
Toda a magia d’universo
Juntando o mundo disperso
Em uma só engrenagem
Movida por u’a mensagem
Que vem no verso e reverso.

Quem tem o dom de rimar
É um elo da natureza
É uma tocha de grandeza
Que jamais vai apagar.
É fonte aberta a jorrar
Da vida, a filosofia
Valorando as teorias
Para a fase de experimento
É uma luz no firmamento
Que traz ao mundo estesia.

Quem tem o dom de rimar
É do tempo uma ampulheta
Do obscuro é o exegeta
Fazendo o turvo aclarar.
Com o poder da preamar
Mantém o encanto da lua
E a sua leveza flutua
Tal qual nosso pensamento
E ele é o próprio pigmento
Que com o verso tatua.


/aasf/
27/03/2003.


 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 496 vezesFale com o autor