Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
36 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59013 )

Cartas ( 21233)

Contos (13072)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9398)

Erótico (13482)

Frases (46351)

Humor (19239)

Infantil (4419)

Infanto Juvenil (3662)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138121)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1943)

Textos Religiosos/Sermões (5487)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->O TROCO -- 19/02/2009 - 08:27 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131151909585044200



O TROCO
Silva Filho



Em resposta a um ataque desferido
contra a Literatura de Cordel (2001).


Como cordelista nato
Não tolero desaforo
Muito menos desacato
Que possa causar agouro
Seja decano ou novato
Comigo entra no couro.

Um vôo cego de condor
Veio ferir o CORDEL
Por causa de um torpor
Na mente dalgum pinel
Um tremendo impostor
Puxador de carrossel.

Quem ofende o cordel
Mostra só ignorância
Vem assumir um papel
Composto de arrogância
Se tentou fazer babel
Esbarrou na sindicância.

Para burro é a leitura
De versos encordoados
Falou aquela figura
Num email desconcertado
Exibindo sua cultura
De doutor encabrestado.

Mas a história do povo
Vem pela literatura
E que se vá esse estorvo
Pegar sua ferradura
Depois um selim bem novo
Para sua curvatura.

Se burro a gente é
Ou uma classe obtusa
Essa besta pangaré
Com nossos burros não cruza
Pois o cavalo do Zé
“Dela já usa e abusa”.

/aasf/
08/01/2001.

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 507 vezesFale com o autor