Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
47 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59060 )

Cartas ( 21235)

Contos (13083)

Cordel (10287)

Crônicas (22190)

Discursos (3163)

Ensaios - (9412)

Erótico (13484)

Frases (46422)

Humor (19255)

Infantil (4425)

Infanto Juvenil (3685)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138173)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5503)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->FAIXA DE GAZA -- 17/01/2009 - 12:24 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131197869668103100


FAIXA DE GAZA
Silva Filho



O que vemos lá no céu
Nada tem de artifício
São veros fogos letais
Na rota do precipício;
São avisos abismais
Que selvagens imorais
Mantêm como estrupício.

Selvagens Seres Humanos
Fazem da carnificina
Um pretexto pra lauréis
Que procuram por vitrina;
Um confronto bestial
Com o apoio moral
De quem a morte maquina.

Tamanha selvageria
Não poupa os inocentes
Não respeita as crianças
Nem também adolescentes;
Qualquer um está na mira
De um míssil que delira
Pra colher vidas florentes.

A ONU não tem domínio
Sobre povos tresloucados
Que matam por vocação
E jamais são condenados;
Uns se dizem terroristas
Outros são protagonistas
De interesses guardados.

Assim é a Humanidade
Com os seus covardes atos
Milhares morrem de fome
E ninguém enfrenta os fatos;
Orçamentos infernais
Vão pra muitos arsenais
Ou pra usos correlatos.

Com grande poder de fogo
Vem o fito de matar
São nações contra nações
Ou grupos que não têm lar;
Estes são os fariseus
Que inda falam em Deus
Tendo o diabo como par.

Violência que não finda
Conflitos que não têm freio
A desgraça vai grassando
Avançando de permeio;
Todos nós emudecidos
Somos cegos aturdidos
No meio do tiroteio.

/aasf/

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 497 vezesFale com o autor