Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
45 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59013 )

Cartas ( 21233)

Contos (13072)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9398)

Erótico (13482)

Frases (46351)

Humor (19239)

Infantil (4419)

Infanto Juvenil (3662)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138121)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1943)

Textos Religiosos/Sermões (5487)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->TREM DE POUSO -- 14/01/2009 - 08:55 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131197871770163500

TREM DE POUSO
Silva Filho



Alcei voo no universo
No encalço dum amor
Fui mais alto que condor
Curtindo as asas do verso.
Por um roteiro transverso
Paisagem esplendorosa
Um refrão querendo glosa
Por um menestrel saudoso
ATIVEI MEU TREM DE POUSO
PRA POUSAR NAQUELA ROSA.


Um voo meio complicado
Pra quem estava sem teto*
Não consegui ir direto
Mas fiz um pouso forçado.
Com um atalho traçado
Segui uma brisa garbosa
Sobre essa flor mui formosa
Falar mais eu nunca ouso
ATIVEI MEU TREM DE POUSO
PRA POUSAR NAQUELA ROSA.

/aasf/
MOTE E GLOSA: Silva Filho

*FALTA DE TETO: no sentido aeronáutico
(falta de visibilidade causada por nuvens ou chuva)


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 544 vezesFale com o autor