Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
204 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59012 )

Cartas ( 21232)

Contos (13078)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9397)

Erótico (13483)

Frases (46347)

Humor (19241)

Infantil (4418)

Infanto Juvenil (3659)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138114)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1941)

Textos Religiosos/Sermões (5486)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->DOIS MIL E NOVE CHEGOU -- 01/01/2009 - 12:16 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131438347276423600


DOIS MIL E NOVE CHEGOU
Silva Filho



Dois mil e nove chegou
O que ficou é passado
Nosso barco bem remado
Do porto se afastou.
O futuro nos chamou
Pra melhorar nosso jeito
Trocando cada trejeito
Por um moderno matiz
QUEM QUER UM ANO FELIZ
QUE PISE COM O PÉ DIREITO.

Nossos erros de conduta
Devem ficar sepultados
Salvo nos aprendizados
Ou processos de permuta.
Não há vida sem labuta
Não há caminho estreito
Tampouco ar rarefeito
Pra quem é bom aprendiz
QUEM QUER UM ANO FELIZ
QUE PISE COM O PÉ DIREITO.

Cada ano – mais lições
Nós colhemos na seara
Onde nossa mente ara
E as sementes são milhões.
Nas diversas produções
Há um celeiro perfeito
Que nos traz total proveito
Qual água no chafariz
QUEM QUER UM ANO FELIZ
QUE PISE COM O PÉ DIREITO.

A vida segue em frente
No ‘entra-ano-sai-ano’
Pois num futuro arcano
Nascerá nosso presente.
Cada um mais consciente
De que tem algum defeito
Mas poderá sem despeito
Buscar melhor diretriz
QUEM QUER UM ANO FELIZ
QUE PISE COM O PÉ DIREITO.

/aasf/
MOTE E GLOSA: Silva Filho


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 517 vezesFale com o autor