Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
205 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13080)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->MEXENDO COM A LÍNGUA -- 16/12/2008 - 18:59 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131197869899596500


MEXENDO COM A LÍNGUA
(UNIFICAÇÃO ORTOGRÁFICA)
Silva Filho


Quatro países decidem
Fazer UNIFICAÇÃO
Pra manter o PORTUGUÊS
Em estreita comunhão
Então a ORTOGRAFIA
Passa por concriação.

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE
BRASIL e PORTUGAL
CABO VERDE pra fechar
Este quarteto formal
Vamos listar as mudanças
Na LÍNGUA OFICIAL.

(TREMA)

Dois pontinhos insistentes
Que pairavam sobre o “ü”
Estes foram açoitados
Com u’a vara de bambu
Depois foram trasladados
Pelo próprio Belzebu.

(DITONGO PAROXÍTONO “EI”)

Este bendito ditongo
Se você não faz “idéia”
Perdeu seu nobre acento
(Decidiu a “assembléia”)
Felizmente o assento
Não perdeu nossa “platéia”.

(ACENTO CIRCUNFLEXO – VOGAIS REPETIDAS – VERBOS)

Lêem, crêem, vêem e vôo
Não mais terão circunflexo
A pronúncia vem agora
Somente pelo reflexo
Mas esta regra não trunca
E nem faz perder o nexo.

(ACENTO DIFERENCIAL)

Quando se trata de verbo
Você diz que o verbo “pára”
Mas “para” – preposição
Não usa qualquer tiara
O verbo perde esse ornato
E a regra fica mais clara.

Mas não se esqueça de “pôr”
Outros verbos neste saco
Pra não passar “por” omisso
Num ambiente opaco
Quem tem a bola da vez
Vai provar ser bom de taco.

(SUPRESSÃO E INSERÇÃO DO HÍFEN)

Ao abrir seu “pára-quedas”
O hífen cai no vazio
“paraquedas” que é bom
Não mais terá atavio
Quem insistir no modelo
Cai na corrente dum rio.

Porém, se vem o “H”
Como que na “pré-história”
O hífen tem seu emprego
Numa regra compulsória
Pois o “H” não dispensa
O adorno da vanglória.

Agora seu “microondas”
Vai ser partido ao meio
“Reescrever”, “reeleger”
Ficam no mesmo norteio
Mesma vogal na seqüência
Traz o hífen de recheio.

Portanto, seu “micro-ondas”
Você vai “re-escrever”
Pra ter melhor rendimento
Quando quiser aquecer
Aquele prato gostoso
Que nunca vai esquecer.

Troque o hífen por “R”
No “anti-religioso”
Assim fica mais bonito
(um par de “r” pomposo)
“antirreligioso” eu digo
É um cara presunçoso.

Vimos aqui o prefixo
Com o “R” na seqüência
O hífen cedeu lugar
Porque viu conveniência
Então vamos anuir
Caso haja procedência.

(SUPRESSÃO DAS LETRAS MUDAS)

Quem andou em Portugal
Constatou “exactamente”
Que na mesma “accepção”
No Brasil tem um parente
A LETRA MUDA SE CALA
Desta vez - eternamente.

Vamos ter “exatamente”
A brasileira grafia
Na melhor “acepção”
Dentro da ORTOGRAFIA
A letra que não falava
Morreu por asfixia.

(DUPLA ACENTUAÇÃO)

Não quero ser “econômico”
Ao abordar este tema
“Económico” – em Portugal
Denota duplo sistema
Mas a reforma não mexe
Com este velho esquema.

Quando chamar o “Antônio”
Não será o português
O “António” de Portugal
Tem o “agudo” na tez
Parece até espanhol
Se não for um “espanhês”.

(AMPLIAÇÃO DO ALFABETO)

As letras “K”, “W”, “Y”
Vão estar no alfabeto
Pra socorrer alguns nomes
Que estavam sem um teto
Filhos de outras nações
Sem um abrigo concreto.

EPÍLOGO DESTE CORDEL

No exemplo do “Antônio”
Podemos observar
Que o famoso quarteto
Não conseguiu conjugar
Este verbo muito simples
Chamado “UNIFICAR”.

É mais uma trapalhada
Do Brasil e Portugal
Que continuam ligados
Por cordão umbilical
Mas fazem do idioma
A CONFUSÃO CULTURAL.

Pois que fique a lição
Na mente do brasileiro
Em assunto relevante
Um plebiscito, primeiro
Só depois o compromisso
Num estágio derradeiro.

/aasf/

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 639 vezesFale com o autor