Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
224 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13080)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->VAI O JORGE... FICA A SAUDADE -- 14/11/2008 - 18:02 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.
VAI O JORGE... FICA A SAUDADE.
Silva Filho
(*)


Parte assim, precocemente
O grão poeta canário
Vivendo em Vila Velha
Ali fez o seu cenário
E mergulhado nas rimas
Promoveu suas vindimas
Como grande Honorário.

Amigo Jorge Ribeiro
(Velhos tempos de Usina)
O cordel compartilhado
Pela forma genuína
Tantos motes dissecados
Quantos versos trabalhados
Qual diamante na mina.

Com a saudade imensa
Vamos ficando na luta
Certamente outro vate
Assumirá a batuta
Pois a orquestra não pára
Com melodia tão rara
Que homenagem tributa.

Do outro lado da vida
O trabalho continua
Mui distante deste mal
Que na Terra nos acua
Deus te dê muitos lauréis
Ao compor com Menestréis
Que estão perto da lua.

/aasf/

(*)
Aproveitando informação do Airam Ribeiro.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 521 vezesFale com o autor