Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
117 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57005 )
Cartas ( 21168)
Contos (12601)
Cordel (10073)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43603)
Humor (18446)
Infantil (3771)
Infanto Juvenil (2672)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138213)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A MENINA E O JOELHO -- 05/12/2000 - 12:42 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




A MENINA E O JOELHO





Jan Muá

Aeroporto de Guarulhos

10 de novembro de 2000





Sentou

Com uma saia cor de fúcsia verde

Silhueta vamp

Óculos escuros

Look de menina-mulher forte e poderosa



Jovem

Não aparentava vontade de desfilar

Mas produzia o glamour

Das pessoas belas e elegantes

Na fluidez de sua saia em racha aberta

Caída sobre o joelho



Era uma menina audaz

Quase loura quase modelo

Num universo de estilistas de gosto fashion



Sentado ao lado

Ousei analisar a geometria desse joelho

E adivinhar o movimento da seda dessa pele

Onde nascia coxa esplendente

E a fluidez de um corpo de modelo...



Sem pisar na passarela

Ela mostrava seu style

E se esculpia de mulher

Dentro de um tecido singular...



Seu look impressionava pela silhueta

E nos bastidores contíguos

A ala masculina

Depois de uma espiada inicial

Teimava em fixar-se em seu blusão dourado

E de soslaio em seu joelho de seda

Detendo-se mais além

Nos dois balões artísticos

Projetados sobre o peito

Que animavam o sorriso discreto e tímido

Dessa menina-mulher.





Jan Muá

Aeroporto de Guarulhos-São Paulo

10 de novembro de 2000
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 74Exibido 779 vezesFale com o autor