Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
32 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13081)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->TORRENTE DE VERSOS -- 14/06/2005 - 07:54 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

TORRENTE DE VERSOS

Silva Filho







Os poemas que escoam pela mente

Vão em busca duma foz pra desaguar

Deslizando com u’a força de torrente

No afã de encontrar seu próprio mar.



Cada verso vem a ser um afluente

Que adiante outro curso vai formar

Cada estrofe é um curso conseqüente

E o poema – como delta singular.



Rara fonte conhecida como verve

Qual um gêiser, que aos nossos olhos ferve

É o cenário da nascente do poema.



Nesse mundo que transborda emoção

Não se exaure o fluxo da inspiração

E os versos saltam como piracema.





/aasf/





Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 377 vezesFale com o autor