Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
98 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59060 )

Cartas ( 21235)

Contos (13083)

Cordel (10287)

Crônicas (22190)

Discursos (3163)

Ensaios - (9412)

Erótico (13484)

Frases (46422)

Humor (19255)

Infantil (4425)

Infanto Juvenil (3684)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138173)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5503)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A MOLDURA -- 28/04/2005 - 16:55 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131151911921276000


A MOLDURA

Silva Filho







Rua qualquer - casa, sala, um sofá

E alguém numa pose displicente

Só a pele sob a veste transparente

Mas meus olhos não ousam chegar lá.



Há um teto ouvindo alguns desejos

E a mobília lá no canto a cochichar

A parede sem um rosto pra mostrar

Um relógio que estala como beijos.



Passa o tempo, assim o tempo passa

E uma cena muito forte me enlaça

Mesmo sendo somente u’a ficção.



Como peça descartada – sem valor

U’a moldura mesmo velha, já sem cor

Bem que pode abrigar meu coração.



aasf.







Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 404 vezesFale com o autor