Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
102 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57379 )
Cartas ( 21181)
Contos (12605)
Cordel (10139)
Crônicas (22257)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44138)
Humor (18585)
Infantil (3847)
Infanto Juvenil (2802)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138546)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4944)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->BOA TARDE! - Parte do Livro Conto e Reconto -- 02/08/2003 - 17:44 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Boa Tarde!
 



 


Com a “evolução” da humanidade conseguimos sobrepujar os obstáculos mais difíceis que nem sonhávamos alcançar. 
Descobrimos que a nossa imaginação criadora é a nossa maior “arma” que nos acompanha e nos ajuda, em que a comunicação em tempos de Internet ultrapassou a fronteira da solidão humana, onde basta um terminal de computador, para fazermos “amizades” pelo mundo, sem sair do conforto do seu lar, na segurança da sua casa. Em tempos que todos têm medo de todos... 
As pessoas se tornam tão receosas e egoístas, que extrapolam o senso comum de educação, detestando viver com o semelhante, indo de encontro com a sua natureza, pois como somos seres sociáveis, somos “forçados” a viver com quem detestamos, para poder observar o vizinho e conviver bem; se ele for condescendente conosco ou mal se for parecido conosco, tornando um dilema que nunca será resolvido. 


Como bom observador da nossa natureza, constatei que o simples cumprimento ao seu semelhante está oculto diversos sentimentos de caráter emocional, até hierárquico. 
Sobre a questão emocional, as pessoas não se cumprimentam mais, desejando um bom dia, boa tarde ou boa noite, geralmente o fazem diretamente às pessoas que conhecem, achando que só essas pessoas têm que ser saudadas, mostrando uma falta de educação ímpar.
No convívio social só quem deseja “uma boa” tarde são pessoas que estão precisadas de um favor, de uma ajuda, de uma esmola, ou coisas similares. 
Nas empresas, funcionários já abrem um sorriso largo, para desejar uma boa tarde ao chefe, que nem responde fingindo não escutar. 
A partir de hoje observe essa “teoria do cumprimento” que está incutida na mente das pessoas deseducadas, que deixou de ser um desejo amigável para ser uma prova de subserviência. 
Com toda nossa tecnologia conhecemos muito sobre as mais diversas ciências, mas estamos desaprendendo sobre nós mesmos, sobre o amor ao próximo. 

 


 


Marcelo de Oliveria Souza,IWA


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui