Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
12 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57504 )
Cartas ( 21184)
Contos (12607)
Cordel (10177)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44276)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2848)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138230)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Em solo morto -- 26/04/2005 - 13:29 (Lorde Kalidus) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Ao meu redor, o mundo se perde

em meio a seus sonhos e negócios ridículos

nos quais não há justiça, só o ódio recíproco

e a inocência tem a forma de tudo o que fede



Háverá ingenuidade na infância

que tem de ser ensinada a amar

e cujo instinto impele a sangrar

quem está no caminho de sua fome e ganância?



O que é o herói, senão aquele que mata

e morre em nome do que é certo

perante os corações e mentes de uns poucos?



Não derramarei uma gota de sangue

em nome dos ideais que motivam os homens

pois estes plantam sementes em solo morto.



25 de abril de 2004
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 262 vezesFale com o autor