Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
213 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59061 )

Cartas ( 21235)

Contos (13084)

Cordel (10287)

Crônicas (22192)

Discursos (3163)

Ensaios - (9412)

Erótico (13484)

Frases (46425)

Humor (19256)

Infantil (4428)

Infanto Juvenil (3686)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138178)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5503)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->CENTELHA CORPORAL -- 15/04/2005 - 06:53 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

CENTELHA CORPORAL

Silva Filho





Loucura, somente loucura de um amor furtivo

Instintos selvagens do prazer carnal

Tripudiando toda decência, toda moral

No cânone do amor não há impeditivo.



Encontro de desejos que a razão recusa

Dois corpos abrasivos a expelir centelha

Vontades convergentes, intenções parelhas

Que voe ao mundo esta paixão difusa.



Gozos infinitivos que só o amor produz

Bocas insaciáveis que se comem

Uma mulher infiltrada por um homem

Consciências mortas, qual o sol sem luz.



Vontade feminina de sentir prazer

Conduz o homem a ver-se garanhão

De lado a lado, requer u’a exploração

Restando ao homem somente obedecer.



Seios que reclamam o calor da boca

Depois de longas compressões

Ligando o amor por suas conexões

Numa atração cada vez mais louca.



E no processo dessa humana combustão

Pele, pêlos, e tudo mais molhado

Com o conjunto bem lubrificado

Vem num gemido o estado d’exaustão.



aasf





Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 397 vezesFale com o autor