Usina de Letras
Usina de Letras
27 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61949 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10254)

Erótico (13559)

Frases (50353)

Humor (19993)

Infantil (5387)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140709)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Não me dê -- 24/03/2005 - 01:33 (Anjo do Armagedon) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Por favor, não me dê sem querer.



Faça o que quiser de sua vida,

mas não me dê sem querer.

Olhe que eu falo sério,

isso é raro. Siga o seu viver.



Busque outra coisa, siririque-se,

Deixe que me punheto, me esqueça.

Só não me dê sem querer.

Isso você não deve fazer.



Eu não seria seu cúmplice,

nem venha tentar me envolver.

Feche essas pernas, saia daqui.

Por tudo, não me dê sem querer.





Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui