Usina de Letras
Usina de Letras
73 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62140 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10334)

Erótico (13566)

Frases (50548)

Humor (20019)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4749)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->PEDRA BRUTA -- 31/01/2000 - 21:07 (antonio temoteo dos anjos sobrinho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
PEDRA BRUTA








Não sei se ela nasceu mais burra ou bruta,


por certo, tanto bruta quanto burra,


mais p’ra saber se era mais burra ou bruta


puz-me a sondar a bruta pedra burra.





Fisguei então a pedra burra-bruta,


colhi, com bruta garra, a pedra burra


e agasalhei com garra a rocha bruta


sem me dar conta o quanto ela era burra.





A pedra... inda acabada... é muito estulta,


matuta... não matuta... se empanturra


na estratificação de sua conduta,





amorfa, dura, rude, grossa, churra


e sempre será brita, pedra bruta,


a pedra no sapato, a pedra burra.


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui