Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
99 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57550 )
Cartas ( 21185)
Contos (12637)
Cordel (10186)
Crônicas (22292)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44326)
Humor (18630)
Infantil (3915)
Infanto Juvenil (2861)
Letras de Música (5480)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138276)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4994)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Inútil saudade -- 17/12/2004 - 10:57 (Lorde Kalidus) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Busco o repouso da eternidade

pois as vozes que ouço nada me trazem

e as lembranças dos beijos ternos jazem

não trazendo mais que a inútil saudade



Pontual como a dor ela chega

sem se atrasar sequer um segundo

e, tal o do vinho, seu baque é profundo

e sua lealdade é tudo, menos meiga



Quando meu nome estiver escrito

à entrada do sepulcro ou mausoléu

morrerá a ânsia pelos corpos que cobicei



Em meio a noites de sono sem fim

não virão sonhos com musas e amantes

que, mesmo sem conhecer, já amei.



16 de dezembro de 2004
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 304 vezesFale com o autor