Usina de Letras
Usina de Letras
16 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61949 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10255)

Erótico (13559)

Frases (50353)

Humor (19993)

Infantil (5388)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140710)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Textos_Religiosos-->Eclesiástico -- 24/02/2007 - 02:36 (Ana Maria de Oliveira Ramos) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
ECLESIÁSTICO, 5.23-36.

Filho aproveita o tempo, e guarda-te do mal. Não te envergonhes de dizer a verdade, quando se trata da tua alma. Porque há uma confusão que faz cair no pecado e outra que traz consigo glória e graça. Não faças acepção de pessoas contra a tua salvação, nem te deixes levar para a mentira à custa de tua alma. Não respeites o teu próximo na sua queda e não retenhas a palavra, quando ela pode ser saudável. Não escondas a tua sabedoria na sua beleza. Porque a sabedoria dá-se a conhecer pela língua, e o bom senso, e a ciência, e a doutrina mostram-se na palavra do homem cordato, e a sua firmeza consiste nas obras da justiça.
Não contradigas de modo algum a palavra da verdade, e confunde-te da mentira em que tenhas caído por ignorância. Não te envergonhes de confessar os teus pecados, mas não te sujeites a todo o homem para lhos descobrir. Não resistas cara a cara ao homem poderoso, e não forcejes contra a corrente do rio. Toma a defesa da justiça para salvares a tua alma, e peleja até à morte pela justiça, e Deus pondo-se da tua parte derrotará os teus inimigos. Não sejas precipitado na tua língua e, ao mesmo tempo, inútil e remisso nas tuas obras. Não sejas como o leão na tua casa, fazendo-se terrível aos teus domésticos, e oprimindo aos que estão sujeitos. A tua mão não esteja aberta para receber, e fechada para dar.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui