Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
237 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59012 )

Cartas ( 21232)

Contos (13078)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9397)

Erótico (13483)

Frases (46347)

Humor (19241)

Infantil (4418)

Infanto Juvenil (3659)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138114)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1941)

Textos Religiosos/Sermões (5486)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->MULHER QUE CANTA DE GALO -- 03/05/2007 - 07:32 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131151909817574300

MULHER QUE CANTA DE GALO
Silva Filho



A mulher é companhia
Que deve ser preservada
Porque sendo bem amada
Traz constante alegria.
Um casal em harmonia
Do bom estilo não sai
O astral também não cai
E nem passa por gargalo
Mulher que canta de galo
Eu devolvo pro seu pai.

Já morei com Madalena
Já morei com Felismina
Um ano com Guilhermina
E também com Açucena.
Bem me lembro da Helena
Que gostava de haicai
Certa vez no Paraguai
Fez um verso a cavalo
Mulher que canta de galo
Eu devolvo pro seu pai.

Fui provando o tempero
Procurando uma branda
E na fila veio a Vanda
Cozinhando com esmero.
Vou falar sem exagero
É mais uma que se vai
Com sua bronca, seu “uai”
Já me causou um entalo
Mulher que canta de galo
Eu devolvo pro seu pai.


/aasf/
MOTE E GLOSA: Silva Filho






Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 678 vezesFale com o autor