Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
49 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54786 )
Cartas ( 21052)
Contos (12082)
Cordel (9480)
Crônicas (21040)
Discursos (3104)
Ensaios - (9893)
Erótico (13117)
Frases (39763)
Humor (17540)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135496)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O fantasma da floresta morta -- 04/09/2003 - 10:28 (Sidnei Olivio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
o fantasma da floresta morta


uma planta rompeu o asfalto
ínfima
imaculada
verde
desafiando a paisagem
imponente
impura
cinza

um projeto de planta, concreta
ímpar
inadvertida
imprevista
entre plantas de concreto projetadas em pranchetas
inventadas
improdutivas
ilícitas

uma planta brotada ali
intrometida
imponderável
inaceitável
tão longe dos iguais
pictórica
picnofólia
pigmística
num ambiente de desenhos surreais
inóspito
impróprio
impossível

uma planta de vida
imperativa, mas imprudente
impávida, mas improvável
impessoal, mas impopular
anti-estética
anti-ética
anti-métrica

uma planta com a vida
pisada atropelada arrancada
impúbere
implacavelmente
da haste insípida

uma planta natimorta
mas de esperança infinita.


Sidnei Olivio
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui