Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
87 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55459 )
Cartas ( 21080)
Contos (12181)
Cordel (9618)
Crônicas (21384)
Discursos (3114)
Ensaios - (9921)
Erótico (13151)
Frases (40411)
Humor (17575)
Infantil (3578)
Infanto Juvenil (2317)
Letras de Música (5425)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136073)
Redação (2881)
Roteiro de Filme ou Novela (1040)
Teses / Monologos (2376)
Textos Jurídicos (1909)
Textos Religiosos/Sermões (4250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Quarto de Hospital -- 23/03/2003 - 07:28 (Sidnei Olivio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Quarto de Hospital


E lá estava ela. No canto do quarto. Foice de longo cabo na mão direita. Vestida de negro: tecido colante no corpo esguio. O capuz escondendo a face. Impossível, porém, não distinguí-la, contrastando com a paisagem branca. Impossível, porém, não reconhecê-la... pintura de domínio público. Enfim chegara a hora. Nada que essas pessoas, entupindo-me de remédios e aparelhos, pudessem fazer. Ela estava ali, olhando o relógio. Estava ali sem nenhum ódio. Sem nenhuma vingança. Ali, paradoxalmente, a serviço da vida. Vida que se renova sem nenhum pacto possível. Sem nenhuma soma de minutos. Sem nenhum último e patético desejo. E, na maioria das vezes, sem nenhuma despedida.


sidnei olivio
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui