Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
56 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54786 )
Cartas ( 21052)
Contos (12082)
Cordel (9480)
Crônicas (21040)
Discursos (3104)
Ensaios - (9893)
Erótico (13117)
Frases (39763)
Humor (17540)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135496)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->conquistas -- 29/06/2003 - 17:07 (Sidnei Olivio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
conquistas

(re-leitura de “Balada do amor através das idades” de C. Drummond de Andrade)

tempos de conquista
icei as velas do galeão
na tua direção
eu, o corsário do mar
viking do desejo
resolvi te conquistar:

desafiei Netuno com seu mágico tridente
tempestades, maremotos, gigantescas serpentes
e todo império bizantino
depois te raptei
minha Vênus de Milo
e em teu porto tranqüilo
profundamente atraquei.

tempos amenos
não sou mais pirata
mas vivo no mar
com meu barco de pesca, meu arpão
e minha rede de arrasto
te pesco, te laço, te prendo no lastro
vibrante sereia de coração encantado.

tempos modernos
de prolixas cantadas
de fax e modem
de aviões e foguetes
ainda estou preso ao mar:
navegador internauta
te mando mensagens em garrafas virtuais
e embora as palavras sejam clicadas
o desejo é o mesmo
e o coração continua real...

porém, se o destino é ainda incompleto
meu barco pulsante
segue as ondas na tua direção.

sidnei olivio
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui