Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
81 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55464 )
Cartas ( 21080)
Contos (12181)
Cordel (9618)
Crônicas (21386)
Discursos (3114)
Ensaios - (9921)
Erótico (13151)
Frases (40411)
Humor (17575)
Infantil (3578)
Infanto Juvenil (2317)
Letras de Música (5425)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136075)
Redação (2881)
Roteiro de Filme ou Novela (1040)
Teses / Monologos (2376)
Textos Jurídicos (1909)
Textos Religiosos/Sermões (4250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->O MEDO DA LUZ -- 29/03/2002 - 22:37 (Marcial Armando Salaverry) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
MEDO DA LUZ Marcial Salaverry


Li um pensamento de Maurice Freehill que merece uma análise, senão vejamos:
Quem é mais tolo: a criança que tem medo da escuridão ou o homem que tem medo da luz ?.
Pergunta muito fácil de ser respondida... Claro está que o homem que tem medo da luz é muitas vezes mais tolo do que a criança que teme a escuridão.
A criança está começando a viver, portanto depende de que alguém lhe mostre o mundo. A escuridão a que nosso amigo se refere, é o que ela terá pela frente. Compete pois, aos pais, professores, etc., acender a luz para que a criança possa ter uma visão clara da vida, e possa definir do que ela deve ter ou não medo. Portanto, cabe aos adultos orientá-la no sentido de saber enfrentar todas as "escuridões" que fatalmente terá pela frente. Portanto, teme o desconhecido.
Agora, o adulto que "tem medo da luz" é muito mais tolo, pois a luz aqui simboliza a vida. Ele já teve oportunidade de discernir bem o que deve ou não ser temido, e claro está que a luz (a vida) deve ser aproveitada, e nunca temida. O medo de viver sempre induz ao fracasso. Aqueles que se encolhem com medo de mostrar-se ao mundo, por temer a luz, não vivem... passam pela vida. Obstáculos existem para serem enfrentados, rodeados, vencidos e nunca temidos.
Portanto, este infeliz teme aquilo que ele já conhece, e que lhe falta coragem para enfrentar. Fatalmente será derrotado pela vida. Passará pelo mundo, mas não viverá.

Marcial Salaverry
Direitos autorais reservados

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui