Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
21 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54839 )
Cartas ( 21056)
Contos (12106)
Cordel (9510)
Crônicas (21077)
Discursos (3106)
Ensaios - (9897)
Erótico (13126)
Frases (39799)
Humor (17545)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5411)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135519)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4172)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias -->Tatuagem -- 05/04/2003 - 21:30 (Clarissa Borba Batista Macedo de Azevedo) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Eu preciso dizer,
Preciso pôr pra fora.
Quero você. E tua boca.
Agora.

Sem demora.
Por favor, vem, me abraça,
Pára de graça
Sossega em mim essa vontade que não passa.

Vem, desfaz o ímã que me puxa a você,
Destrói o trovão em meu olhar ao te ver,
Acaba com o anseio por teu beijo,
Faz real o que em mim é só desejo.

Porque não dá mais.
Eu não posso mais, não consigo,
Ver você e lhe ouvir
E então fingir que não ligo.

É além do que suporto a minha vontade,
Respirar já se faz pela metade,
Pois te sentir perto de mim, e te tocar,
corta o ar – e só aumenta a ansiedade.

O problema?
É que você não vai ler este papel,
E a droga do que sinto irá ao léu.
E a solução é aceitar.

Não vou te ter, nem te tocar.

Você, na minha vida, é só emblema.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui