Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
101 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56828 )
Cartas ( 21161)
Contos (12584)
Cordel (10013)
Crônicas (22151)
Discursos (3133)
Ensaios - (8956)
Erótico (13388)
Frases (43353)
Humor (18383)
Infantil (3751)
Infanto Juvenil (2630)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138027)
Redação (2918)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2394)
Textos Jurídicos (1923)
Textos Religiosos/Sermões (4770)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Chuva de granizo -- 08/10/2013 - 02:47 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Da janela, espio a rua de um pretérito quase mais que perfeito.



No golpe impreciso, a chuva de granizo, tão rara e incerta, que acaba de passar, há



de ter feito muito estrago em roças, telhados, criações e a até a algum infeliz que



tenha estado ao desabrigo no momento de sua fúria maior. Pois foi tão repentina.



Contrastando com a eventual desolação, ressalta a alegria incontida daquela



menina dos cabelos tão negros, Sulinha, a catar gelinhos que se acumulam aos pés



das paredes - depois do impacto em que alguma lasquinha ao menos terão tirado



dessa exibição dos homens.



Sem se imaginar percebida, Sulinha vai colecionando seus ovinhos, mercês dos



céus, e, quando em vez, prazerosamente, dá-lhes u`a inocente lambidinha, ah aí mareja,



ressequida, a boca minha.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 114 vezesFale com o autor