Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
44 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56716 )
Cartas ( 21159)
Contos (12581)
Cordel (10002)
Crônicas (22135)
Discursos (3130)
Ensaios - (8935)
Erótico (13377)
Frases (43185)
Humor (18330)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2594)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137942)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4718)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->O caráter internacionalista do conflito armado colombiano -- 18/11/2011 - 08:20 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A LUTA ARMADA DO POVO COLOMBIANO É TAMBÉM NOSSA LUTA

O caráter internacionalista do conflito armado colombiano

http://anncol.info

Durante os oito anos do governo narco-paramilitar de Álvaro Uribe Vélez (o 82º capo das drogas na lista da Defense Intelligence Agency (DIA), do próprio Pentágono), este dedicou todas as suas energias em tentar acabar com a insurreição guerrilheira comunista das FARC-Exército do Povo e “domesticar” (como um simples problema interno) o conflito social, político e armado, tratado-o com uma ótica reducionista, como se se tratasse de uma expressão delinquencial e ligado à suposta “luta contra o terrorismo”.

Juan Manuel "Chucky" Santos, ex-ministro da defesa de Uribe (ao lado de seu sócio Pablo Escobar) e atual presidente da Colômbia, exportadores para o Brasil da eufemística e fracassada (na Colômbia) política de "Segurança Cidadã" via UPPs (leia-se Terrorismo de Estado), com o apoio incondicional da apátrida família Marinho (TV Globo), que também apoia o terror imperialista da OTAN contra o povo Líbio

http://www.libiahabla.org/?p=1518

 

"Uribe fascista, paraco e terrorista": gritam os cidadãos enfurecidos

http://www.youtube.com/watch?v=qA86zP-GpZs&feature=related

A Terrorista Rede Globo e o cartel PSDB legitimam o terrorismo de Estado

Paraco assassino e outros epítetos foram lançados pelos cidadãos furiosos

Documento Desclassificado da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA (DIA por sua sigla em inglês) de 1991 que evidencia a conexão entre Álvaro Uribe Vélez e o narcotráfico na Colômbia:

http://www.youtube.com/watch?v=BEEPogM7uFo&feature=related

Eshttp://www.gwu.edu/~nsarchiv/NSAEBB/NSAEBB131/index.htm

. “Nro. 82. Álvaro Uribe Vélez. Um político e um senador dedicado a colaborar com o Cartel de Medelín e governadores em altos níveis. Uribe estava vinculado a um negócio de narcóticos nos EUA. Seu pai foi assassinado na Colômbia devido a sua conexão com narcotraficantes. Trabalhou para o Cartel de Medelín, e é um amigo de Pablo Escobar Gaviria.Seu Secretário de Governo, José Obdulio Gaviria, é primo legítimo do capo morto em dezembro de 1993".

 

Em outras palavras, o “bom regime”, com seu “pobre Estado” sendo atacado por “forças terroristas”, devia se defender do “inimigo interno”, inclusive cometendo crimes.

 

Enquanto esse discurso era “assumido” pela opinião pública, graças a “jornalistas” a serviço do narco-paramilitarismo, como José Obdulio Gaviria (primo-irmão do capo Pablo Escobar Gaviria) e Ernesto Yamhure, o governo, com um aparato policial de inteligência bem “ajustado” interceptou ilegalmente os telefones de muitos organismos internacionais, que eram os olhos do que é conhecido como “comunidade internacional”, olhos esses que observavam “de perto” o conflito armado colombiano.

Nem o representante da ONU se salvou dos “grampos” (chuzadas). Outros organismos internacionais sofreram a mesma experiência, incluindo outro tipo de guerra suja, mais sutil, mas efetiva, como a coação, intimidações ou ameaças veladas, impedindo-lhes de entrar em certas regiões da Colômbia e asfixiando-os até tornar a situação inviável para eles para, em seguida, “convidá-los a partir” por falta de condições de segurança para realizar seu trabalho investigativo.

 

Lembremos que a Colômbia é um dos países mais observados pela ONU, que mantém cinco relatores especiais. E, quando estes chegam ao país, o governo procura fazer com que não tenham acesso à informação sobre o verdadeiro terrorismo: o Terrorismo de Estado. São impedidos de visitarem as regiões onde ocorreram os massacres, fazendo com que não tenham acesso a testemunhas, enfim, que não possam documentar as práticas de Terrorismo de Estado.

 

Estes relatores ficam em Bogotá e só vêem imagens Power Point oficiais com os dados enganosos da versão oficial do conflito. Isso também acontece com algumas ONGs internacionais e com alguns jornalistas, que armam novelões a partir de seu hotel em Bogotá.

O demitido ex-cmte da PM do Rio, cel "caveira" Mário Sérgio, os três governadores (Cabral, Aécio e Arruda) e o assassino da juíza Patrícia Acioli, ten-cel Silva Oliveira, este um "falso positivo"(¹) a serviço da máfia. De visita a Medelim, em 2007, os três indigentes governantes foram aprender Terrorismo de Estado com os BACRIM (Bandos Criminosos), de extrema-direita, que controlam hoje Medelim.

Coincidência com as milícias cariocas?

Como isso se tornou possível?

Mas as UPPs não são importadas de lá?

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1643511-7823-TENENTECORONEL+SUSPEITO+DE+MANDAR+MATAR+PATRICIA+ACIOLI+ESTA+PRESO,00.html

( ¹ ) "Falso Positivo" na Colômbia são operações falsas (forjadas) pelas quais a máfia policial-militar (Exército e Polícia) "mostram serviço" por "números de cadáveres" apresentados, enganando jovens pobres das periferias com promessas de empregos em outras regiões onde são assassinados a sangue frio e, em seguida, trajados com roupa camuflada como se fossem "guerrilheiros mortos em combate".
Uribe botou para correr todo mundo, inclusive os mediadores internacionais de países amigos da Colômbia, que foram taxados, segundo a cartilha oficial, como colaboradores do terrorismo. Liquidada toda possibilidade de mediação, isolado o conflito do mundo, Uribe se dedicou a isolar a própria Colômbia do mundo, ficando com seu único aliado, seu amo e patrão norte-americano. Brigou com a Venezuela e inclusive muitas vezes tentou iniciar uma agressão armada contra a república irmã. Não duvidou um instante em ordenar o ataque ao Equador, pisoteando todo o direito internacional e todos os tratados internacionais que o próprio Estado colombiano assinou.
Com o atual presidente Santos (ex ministro da defesa de Uribe responsável pelo ataque ilegal ao Equador, que matou o Secretário de Relações Internacionais das FARC-Exército do Povo, cmte Raúl Reyes) as coisas continuam com o mesmo conteúdo, embora suas manifestações públicas tenham mudando. Passamos de uma linguagem mordaz de “coronel fazendeiro” à etiqueta do country club e dos alfaiates ingleses. Mas ambos são os mesmos “encarnados e esculpidos”. São iguaizinhos!

 

POLÍCIA INTERNACIONAL REVOLUCIONÁRIA DO POVO - POLINTERP

ORDEM DE CAPTURA (ALERTA VERMELHO)

PRUCURA-SE NARCO-TERRORISTAS DE ESTADO

Estratégia dos criminosos: Infiltrar as polícias brasileiras para comprometê-las com o Terrorismo de Estado sob a fachada de combate ao "Terrorismo e a ao narcotráfico"

O agente encoberto do DAS e palestrante Hugo Acero (com ACM Neto), enviado ao Brasil pelo marqueteiro e agente da CIA J.J. Rendón (no centro atrás de "Chucky" Santos), é assessor do Gal. Óscar "El Coca" Naranjo (da DEA), diretor da Polícia da Colômbia e o coronel Eugenio Jesús Ramos Obando, atual adido militar da embaixada do narco-Estado terrorista, ludibriando até a PF.

http://multimedia.telesurtv.net/pt/10/9/2011/49202/equador-justica-da-ordem-de-prisao-a-militares-de-sucumbios/

JJ. Rendón: http://www.wradio.com.co/nota.aspx?id=1298946

Barbarie policial: mendigos e indigentes são chamados de "gonorréia"e eliminados como "falsos positivos"

http://www.youtube.com/user/TheRpasur p/u/15/f5kMTsz9I24

Vínculos de Óscar Naranjo com o narcotráfico:

http://www.youtube.com/watch?v=scNIEQJDWDk

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=64104

 

 

Rafael García, ex-chefe de informática, denunciou o DAS (Cartel das TRÊS LETRAS - sucursal da CIA),

a narco-polícia política da Colômbia, seu ex-diretor (no centro) atual condenado, Jorge Noguera,

braço direito do mafioso terrorista Álvaro Uribe.

http://multimedia.telesurtv.net/pt/21/9/2011/50716/acusan-a-uribe-de-ganar-presidencia-con-ayuda-paramilitar/

Declarações de Rafael García, ex-chefe de informática do DAS

http://www.youtube.com/watch?v=l0ihH6w7pAI&feature=related

 

DAS-CIA UNIDOS NO "NEGÓCIO" DAS DROGAS

http://www.youtube.com/watch?v=YSPwsozVQ4Q

http://www.youtube.com/user/ActualidadRT p/search/0/IZyCDcrwYzU

http://www.youtube.com/watch?v=k_gUzFg69NA

"Na realidade colombiana se dá uma profunda conexão entre o crime político, o saqueio e o refúgio interno (desplazamiento) com as formas de modelo econômico, de modo que o Terrorismo de Estado não é uma fórmula para garantir a reprodução do poder; para isto bastaria para a oligarquia governante o reformismo institucional executado na década de 30, de 60, de 80 ou recentemente com o "gentleman" de Santos. Ao contrário, a criminalidade de seu modelo de acumulação só pode ser garantida com um aparato de terror e saqueio".

 

 

Santos continua procurando esconder o conflito colombiano, indo mais além: acabou conseguindo neutralizar o próprio presidente Chávez (que havia reconhecido oficialmente o caráter legítimo e beligerante das FARC-Exército do Povo em 2008), neutralização essa que havia iniciado com Uribe com a chantagem das “provas” obtidas dos famosos “computadores atômicos” (confiscados ilegalmente no ataque ao Equador, “provas” julgadas ilegais e sem validez alguma pela própria Corte Suprema da Colômbia).
Tão mafioso e chantagista o Estado colombiano que o atual inquilino da Casa de Nariño (sede da Presidência da República), Juan Manuel “Chuck” Santos, que conseguiu infiltrar (sem uma reação do Brasil e demais países? Por quê?) a própria UNASUL com a senhora María Emma, neutralizando a “liderança” da Venezuela, intimidando-a e obrigando-a a mudar alguns discursos anteriores.

PROVAS DE QUE EXISTE UM NARCO-ESTADO TERRORISTA APOIADO PELOS EUA

Veja a entrevista com o padre Javier Giraldo:

http://www.youtube.com/user/dhcolombia p/u/0/98St_k6Reho

A CONFIRMAÇÃO DA EXISTÊNCIA DE UM NARCO-ESTADO TERRORISTA

soldado ameaçado de morte e militares tratam de silenciá-lo

John Quirama denuncia seus superiores por nexos com o capo narco-paramilitar vulgo Cuchillo:

Outra confirmação da atuação combinada entre militares e narco-paramilitares

Vulgo "Cuchillo" (Faca), "morto" pelo narco-general "El Coca" Naranjo (centro) e seu ex-cunhado vulgo "Jabón" (sabão),

assassinado na Venezuela como queima de arquivo.

QUEM ASSASSINOU "JABÓN" E POR QUÊ?

Eis o que concluiu a investigação na Venezuela

http://jca.tsj.gov.ve/decisiones/2008/marzo/929-13-LP01-P-2008-001142-LP01-P-2008-001142.html

Onde está o cadáver de "Cuchillo" que não aparece?

 

Com essa política internacional bem tramada pelo regime colombiano, contando com as inconsistências e vacilações ideológicas de Chávez (pressionado por quem?), “Chucky” Santos acabou legitimando o golpe de Estado em Honduras, levando esse país de volta ao seio da OEA (esse obsoleto ministério das neo-colônias ianques), de onde tinha sido expulso depois do golpe de 2009 contra o Presidente Constitucional Manuel Zelaya, ressuscitando um cadáver e colocando-o de novo nas mãos de Obama e, de passagem, legitimando um presidente golpista. “Três coelhos com uma única cajadada!”
Enquanto isso ocorre, Santos instrumentaliza a suposta boa amizade com Chávez para continuar expandindo sua “operação condor” nativa, estendendo a repressão e o Terrorismo de Estado além fronteiras colombianas.

 

Foi nesse contexto e dinâmica que o nosso diretor, Joaquín Pérez Becerra, foi seqüestrado na Venezuela e entregue aos aparatos terroristas do Estado colombiano.

QUE O REGIME COLOMBIANO LIBERTE JOAQUÍN E O DEVOLVA À SUÉCIA

ONDE É NACIONALIZADO E ATUA LEGALMENTE COMO JORNALISTA

http://multimedia.telesurtv.net//pt/4/6/2011/37142/colombia-avanca-investigacao-sobre-genocidio-de-partido/

Joaquín Pérez Becerra é sobrevivente do extemínio do partido político legal, União Patriótica

Veja o documentário Baile Rojo:

http://www.youtube.com/watch?v=QVL54FcZq5E


 

Santos se jacta dissimuladamente com muita ironia e em privado por ter conseguido “dobrar a munheca” do ingênuo Chávez. E, para completar, sua ministra de relações exteriores, Holguín, está “encantada” com o da Venezuela, Nicolás Maduro, que está se curvando aos encantos da beleza colombiana, deixando de lado o que se joga no xadrez político com uma oligarquia criminosa e mafiosa como a colombiana.

 

A neutralização de Chávez implica em vários perigos para o processo político venezuelano, especialmente quando Chávez se deixa rodear de tantos incompetentes e ineptos como Maduro e como Andrés Izarra, ministro das comunicações, embora este não seja propriamente o tema destas reflexões.

 

Continuemos: escondido e isolado o conflito armado colombiano, a oligarquia do país se sente desobrigada de certos compromissos assumidos internacionalmente e projeta para o mundo a imagem de democracia madura, apta para o investimento estrangeiro (inclusive brasileiro). E essa “confiança investidora” se traduz em uma entrega total de nosso patrimônio ao capital monopolista internacional. A elite econômica oligárquica procura isolar (esconder) o conflito armado interno ao mesmo tempo em que amplia seus contatos e relações econômicas e políticas para legitimar seu projeto hegemônico de economia de mercado dependente.

Diante disso tudo, a tarefa dos colombianos que estamos comprometidos com a saída política para o conflito, é ler o mapa mundi e não perder de vista a perspectiva e a contextualização internacional em torno da solução política para o conflito colombiano.

TODOS PELA LIBERDADE DE JOAQUÍN PÉREZ E JULIAN CONRADO

http://www.youtube.com/watch?v=WnCLWl_3igc&feature=player_embedded

Pressionemos o mais rápido possível enviando mensagens para os seguintes endereços:

- Ministério do Poder Popular para o Interior e Justiça

ministro@mij.gov.ve

- Ministério do Poder Popular para as Comunicações e a Informação:

prensapresidencial@minci.gov.ve

- Agência Venezuelana de Imprensa

venpres@venpres.gov.ve

 

 

 

 

Companheiro joaquín Pérez, jornalista entregue pelo Presidente Chávez ao Estado terrorista colombiano

Entregará Chávez também o cantor revolucionário Julián Conrado?

 

Baixe as músicas de Julián:

http://alsurdelriobravo.blogspot.com/2009/12/8-discos-julian-conrado-el-cantor-de-la.html

Eis o que dizia Chávez antes sobre o caráter beligerante e

legítimo das FARC-Exército do Povo:

 

Continuar com essa visão simplista e provinciana do conflito não ajuda em nada, ao contrário, facilita o trabalho do regime oligárquico.

 

É necessário contextualizar internacionalmente o conflito armado colombiano por várias e simples razões:

 

 

1. As potências capitalistas mundiais mantêm uma luta sangrenta pelo controle das matérias primas do terceiro mundo, particularmente da América Latina.

2. Na divisão internacional do trabalho pelo capital monopolista, países de “capitalismo tardio” e periférico como a Colômbia, Brasil e outros, foram designados para cumprir o papel de provedores de matérias primas (petróleo, esmeraldas, aço, minério de ferro, cobre, ouro, banana, café, soja, carne, flores, madeiras de lei, etc.;) sem valor agregado, dada a dependência tecnológica de nossos países.

3. Os monopólios multinacionais (que não transferem suas tecnologias), além de não estarem criando empregos nos países em vias de desenvolvimento onde atuam, ainda nos poluem com seus agrotóxicos e emissões de gases contaminantes, deixando-nos o custo ecológico que isso implica para as atuais e futuras gerações.

4. O problema internacional da produção, tráfico, comércio e consumo de drogas.

5. O grau de intromissão e ingerência política, ideológica, diplomática e militar que assumem os países capitalistas centrais que investem em nossos recursos estratégicos e na economia em geral.

6. A doutrina da OTAN (“direito de proteger-R2P”) e a instrumentalização da ONU para promover guerras sob pretextos de “proteção de civis”, não passa de uma reciclagem atualizada do velho sistema de mandatos da outrora Sociedade de Nações, no qual os países capitalistas ocidentais se arvoram no direito de tutelar povos e países e impor-lhes seus modelos de “democracia ocidental”.

 

 

Mas poderíamos continuar enumerando “N” aspectos que nos demonstram que o conflito social, político e armado colombiano se inscreve sim em uma LUTA INTERNACIONAL DOS POVOS POR SUA EMANCIPAÇÃO. E não estamos sós nessa luta.

 

O conflito colombiano está mesmo vinculado umbilicalmente ao que ocorre atualmente no mundo inteiro. Portanto, cabe a todos os povos e movimentos sociais e revolucionários latino-americanos construirmos laços de solidariedade entre nós para, em seguida, consolidá-los organicamente com os setores sociais populares europeus, norte-americanos e mundiais, claro.

 

Os sindicatos (para ficar em um só exemplo) devem internacionalizar seu trabalho. Uma multinacional alemã que não respeita os direitos de seus trabalhadores em território alemão não vai respeitar também na Colômbia, no Brasil ou em Singapura. Portanto, os trabalhadores alemães, colombianos, brasileiros ou singapurenses têm sim uma luta e interesses comuns únicos, internacionalista.

 

Cabe-nos lutar para fazer com que os trabalhadores de outros países, principalmente os brasileiros, tomem conhecimento e consciência da situação dos trabalhares e do movimento sindical colombiano e, nesse sentido, que também outros povos e trabalhadores de outros países conheçam a realidade vivia diariamente pelo povo irmão colombiano.

 

Torna-se necessário que muitos militantes internacionalistas, parlamentares, partidos de esquerda, sindicatos, organizações e movimentos sociais e populares visitem as regiões colombianas onde atuam os esquadrões da morte paramilitares (braço armado do narcotráfico) a serviço do Terrorismo de Estado oficial e vejam com seus próprios olhos como continuam intactos e mobilizados (foram oficialmente “desmobilizados” a partir de 2003 no regime uribista), agora reativados para massacrarem opositores em época pré-eleitoral.

 

O mundo precisa tomar consciência do que realmente acontece aqui na Colômbia. Urge que trabalhemos todos juntos para nos contrapor e neutralizar o marketing (terrorismo midiático) global e o lobby que o regime mafioso faz junto a governos (embaixadas), Unasul, Celac, parlamentos e justiça, além de enviar agentes encobertos e adidos militares de suas embaixadas para dar palestras e conferências para empresários e polícias, além de oferecer treinamento e doutrinação policial na Colômbia. Uma intromissão verdadeiramente vergonhosa de um regime títere do imperialismo ianque.

 

É necessário que pensemos em organizar uma Comissão Internacional que vá visitar os prisioneiros políticos do regime e comprovem a ignomínia e podridão do sistema carcerário colombiano atual.

 

Nesta urgente tarefa, os exilados e a emigração colombiana no exterior têm um papel importante a desempenhar todos os dias, unidos pela solidariedade internacional à luta do povo colombiano, que é também nossa luta.

 

Esta é uma tarefa de todos nós.

MENSAGEM DAS FARC-EXÉRCITO DO POVO

AO

ENCONTRO NACIONAL PELA PAZ

Saudação do comandante Alfonso Cano

Estado Maior Central

http://www.youtube.com/watch?v=Lf8QBk160XQ&feature=related

Saudação do Secretariado das FARC-EP

Comandante Pastor Alape

http://www.youtube.com/user/PrensaRural1 p/u/3/RRZzKR8vQMw

Colômbia banhada em sangue há um ano da posse de Santos

Cifras do Terrororismo de Estado

ALGUNAS CIFRAS DO TERRORISMO DE ESTADO NA COLÔMBIA:

· O Estado colombiano tem o exército mais bem armado do mundo pelos EUA, junto com Israel e Egito: um exército e uma polícia genocidas, exército responsável, através da chamada Força Ómega do famigerado Plano Colômbia, pela maior fossa comum do continente: 2.000 (dois mil) cadáveres de desaparecidos (8).

- O exército colombiano pratica o assassinato de civis para justificar seu gigantesco orçamento: os militars colombianos assasinam civis e em seguida apresentam seus cadáveres como "guerrilheiros abatidos em combate" em macabras montagens midiáticas-militares. Costumam escolher suas vítimas entre a população rural  ou entre a população mais pobre dos bairros periféricos das grandes cidades. Esses assassinatos, chamados eufemisticamente de "falsos positivos" são praticados também contra sindicalistas e opositores políticos. Há pelo menos 3.200 casos documentados destes des vis assassinatos de civis; a impunidade atinge 99% dos autores materiais e 100% dos autores intelectuais (9).

- Na Colômbia são assassinados 60% de todos os sindicalistas assassinados no mundo, tanto pela política e exército como pelos esquadrões da morte paramilitares (ver1).

- A Colômbia é "recorde" em presos políticos: mais de 7.500 homens e mulheres, em sua imensa maioria civis enjaulados a partir de cínicas montagens judiciais (10).

Cadeia para "Chucky" Santos e Uribe Vélez, Liberdade para Simón e Sônia, entregues ao Imperialismo

Declaração pública pela libertação de todos os presos políticos (deixe sua assinatura)

http://www.patriaessolidaridad.com.ve/

patriaessolidaridad@yahoo.com

http://www.youtube.com/user/tribuna70 p/u/5/BuiHlPZ_fjo

- O crime de Estado do desaparecimento forçado é outro "recorde" horrendo, pois a "democracia" colombiana supera as cifras de tortura e desaparecimentos forçados das ditaduras do Cone Sul. A ONU reconhece pelo menos 57.200 (cinquenta e sete mil e duzentos) desaparecidos (cifras de agosto de 2011), enquanto os familiares das vítimas reclamam umas 250.000 (duzento e cinquenta mil) pessoas desaparecidas: em apenas 3 anos o aparato repressivo do Estado colombiano desapareceu com 38.255 (trinta e oito mil e duzentos e cinquenta e cinco) pessoas, segundo informe da Medicina Legal (11).
- A Colômbia é o país com mais refugiados (desplazados) internos do mundo, junto com o Sudão: 5,2 milhões de pessoas refugiadas forçadamente pelos esquadrões paramilitares, que roubam as terras dos pequenos agricultores para o grande latifúndio e multinacionais: 40% do território colombiano está sendo leiloado por multinacionais da mineração (13).

- Enquanto se intensifica o extermínio contra a oposição e contra o pensamento crítico, a impunidade para os aparatos repressivos e genocidas do Estado ultrapassa o inimaginável: recentemente o governo de Juan Manuel Santos que indulta mais de 31.000 (trinta e um mil) narco-paramilitares (A Lei 1424) (14).

 

 

NOTAS:

(1) Colombia, el país más peligroso del mundo para sindicalistas, ya van 27 sindicalistas asesinados bajo la presidencia Santos: http://www.rebelion.org/noticia.php?id=133818&titular=el-pa%EDs-m%E1s-peligroso-del-mundo-para-los-sindicalistas-

Además el 3 de septiembre 2011 fue asesinado Jorge Alberto Durante en Carepa, Antioquia, dirigente sindical y miembro del partido opositor PDA

http://www.radiocafestereo.nu/index.php?option=com_content&view=article&id=3082:asesinado-en-carepa-el-dirigente-sindical-jorge-alberto-durante&catid=54:what-ails-you&Itemid=411

(2) PDA denunció que en los primeros 90 días del gobierno de Santos fueron asesinados 50 opositores políticos, y denuncia exterminio (2).

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=135250&titular=en-antioquia-los-dirigentes-del-polo-est%E1n-siendo-exterminados-

(3) 12 compañías teatrales de Bogotá han sido amenazadas de muerte; las amenazas provienen de la herramienta paramilitar que expresa que procederán a “acabarlos uno por uno” porque “ se oponen a las políticas de nuestro gobierno”

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=135017&titular=paramilitares-contra-el-teatro-

(4) Estudiantado amenazado y asesinado:

http://notimundo2.blogspot.com/2011/09/parauribismo-en-uniatlantico.html

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=135175&titular=estudiantes-universitarios-en-lucha-contra-la-reforma-neoliberal-de-la-ley-30-

http://www.kaosenlared.net/noticia/colombia-universidad-herramienta-paramilitar-regimen-amenaza-muerte-es

(5) En altísimo riesgo de ser desplazadas las comunidades que viven en zonas codiciadas por las multinacionales, como la comunidad de Marmato, cuyo párroco fue asesinado el primero de septiembre 2011 porque lideraba la oposición al megaproyecto extractivo de oro de la multinacional Medoro.

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=135091&titular=asesinan-a-balazos-al-sacerdote-de-marmato-que-apoyaba-la-lucha-contra-la-minera-gran-

Video documental & 39;Marmato pesebre de oro que grita& 39;http://www.youtube.com/watch?v=FuEboyypwV4

VIDEO Noticias UNO Asesinato de cura de Marmato causa conmociónhttp://www.youtube.com/watch?v=4u8ERxAaR9Y&feature=player_embedded

http://www.kaosenlared.net/noticia/video-marmato-llora-oro-campesinos-ecologistas-asesinados-para-perpetr

(6) Es dramática la situación en las cárceles donde literalmente se pudren miles de prisioneros políticos, que sufren condiciones aberrantes de reclusión y torturas reiteradas. Desde el inicio del 2011 han fallecido por torturas y denegación de asistencia médica 7 presos políticos (6).

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=135011&titular=se-suicida-un-prisionero-en-valledupar-por-no-reconocerle-el-traslado-cerca-de-su-familia-

(7) El informe de agosto 2011 de la Coalición Contra la Tortura: la tortura de la violencia sexual una práctica en dramático incremento incluso contra niñas y niños: “ En los 107 casos en que se pudo establecer el autor del crimen de violencia sexual se encontró que los agentes del Estado son responsables del 98,14% de estos.”

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=134422&titular=1.834-torturas-fueron-documentadas-entre-2001-y-2009.-el-estado-es-responsable-del-90-por-

(8) Fosa Común con 2000 cadáveres detrás del Batallón militar en la Macarena, Meta: http://www.rebelion.org/noticia.php?id=99507

(9) En mayo 2011 el CINEP publicó un informe en el que evidencia que los asesinatos de civiles a manos de militares, lejos de disminuir, han aumentado bajo la presidencia de Santos. Informe especial Falsos Positivos 2010 El Cinep afirma que aumentaron las víctimas de asesinatos de civiles a manos de militares

http://www.es.lapluma.net/index.php?option=com_content&view=article&id=1981:el-cinep-afirma-que-aumentaron-victimas-de-asesinatos-de-civiles-a-manos-de-militares-mas-falsos-positivos-&catid=103:violacion-de-dh&Itemid=447

(10) Presos políticos: http://www.rebelion.org/noticia.php?id=129835

(11) Desaparición Forzada, crimen de estado en Colombia de dimensiones dantescas:http://www.rebelion.org/noticia.php?id=129256

(12) Desplazamiento forzado CODHES cifra los millones de personas desplazadas en 5,2, en el informe de noviembre 2010

(13) El Gobierno beneficia a las multinacionales mineras en detrimento del medio ambiente y las comunidades http://www.rebelion.org/noticia.php?id=132682

Documental Colombia& 39;s gold rush:http://www.youtube.com/watch?v=yCpYf8B1vYs&feature=player_embedded at=161

Parte del VIDEO de Al Jazeera con traducción al español: http://www.youtube.com/watch?v=XsU7QubxDDM&feature=player_embedded

(14) De los 35.000 paramilitares "desmovilizados", sólo 4 han recibido condena: Suenan reformas a la Ley "de Justicia y Paz" de 2005, tras 6 años de aterradora impunidad

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=133850&titular=suenan-reformas-a-la-ley-%22de-justicia-y-paz%22-de-2005-tras-6-a%F1os-de-

Rebelión



 

"LATINO-AMERICANOS UNI-VOS"
...Ninguém deve ter ilusões de que pode conquistar uma sociedade mais justa sem lutar para isso... CHE!
 

OUTRAS LEITURAS RECOMENDADADAS

Colombia bañada en sangre a un año de Santos: cifras del Terror

Asesinan a balazos al sacerdote de Marmato, que apoyaba la lucha contra la minera Gran Colombia Gold

En la guarida del león - En América Latina, EE.UU. y Colombia intensifican los ataques contra la Iglesia de la Liberación

Colombia: Paramilitares en su recorrido de terror por el Sur de Bolivar

Nueva masacre en el Sur de Bolívar en medio del silencio cómplice de las autoridades

Robo, despojo y contrarreforma de tierras en Urabá

Colombia: ALERTA! Desaparecidos Luis Eduardo Manotas y Armando Colón, abogados defensores de Prisioneros Políticos!

Colombia: Amenazadas comunidades del Cauca en resistencia frente al proyecto minero de la zona

Colombia es el país con más desplazados y refugiados internos (Video)

Marmato: la resistencia contra las transnacionales mineras avanza sin pausa

La Colosa, "la mina de oro más grande del mundo ": Anglo Gold Ashanti amenaza al Tolima

Multinacionales, Paramilitares y Terrorismo de Estado.Colombia violada y entregada a multinacionales con Santos

Colombia: Terror paramilitar que le abre paso a la minería multinacional + Video

La "tragedia oculta" de las prisiones colombianas

Qué es el Terrorismo de Estado en Colombia: Recuadro de datos (Cifras actualizadas febrero 2011)

Colombia: El Estado declara objetivo militar a los estudiantes.“Me llamaban Chucky" J. M. Santos

Congreso Nacional de tierras, Territorios y soberanias

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui