Usina de Letras
Usina de Letras
Usina de Letras
85 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

Artigos ( 53423 )
Cartas ( 21496)
Contos (12823)
Cordel (9281)
Crônicas (20528)
Discursos (3151)
Ensaios - (10305)
Erótico (21387)
Frases (43843)
Humor (22052)
Infantil (4568)
Infanto Juvenil (3268)
Letras de Música (5695)
Peça de Teatro (1373)
Poesias (139675)
Redação (2962)
Roteiro de Filme ou Novela (1092)
Teses / Monologos (2638)
Textos Jurídicos (2135)
Textos Religiosos/Sermões (4066)




= SERVIÇOS =
Patrocine um Autor
Vitrine
Copia CD
Facilidades para o QA
Nossa Proposta
Fale Conosco
Nota Legal
 




 
Busca | Placar | Assine/Renove | Quadro de Avisos: 1 2 | Ajuda | Autores | Central do Autor | Contato | Logoff
Serviços: Patrocine um Autor ou Texto | Vitrine | Cópia de seus Textos | | Publique seu E-BOOK|

Receba um aviso sempre que este autor publicar novos textos, clique aqui
Artigos-->RAÇA HUMANA, O QUE É ISTO? -- 21/02/2013 - 15:48 (Francisco Miguel de Moura)
Este autor concorda com o uso dos seus textos, desde que informem a autoria e o local da divulgação.
Patrocine esse Autor Patrocine esse Texto envie este texto para um amigoveja outros textos deste autor

   RAÇA HUMANA, O QUE É ISTO?

 

   Francisco Miguel de Moura – Escritor, membro da Academia Piauiense de Letras.

 

Como a ciência arqueológica já demonstrou, até agora, há enormes possibilidades de que o “homo sapiens” seja originário da África, possivelmente daquela região onde hoje se encontram a Etiópia, a Tanzânia e o Quênia, conforme pegadas e restos de “hominídios” encontrados por ali, com data de mais ou menos 3,6 milhões de anos. E assim se expressa o historiador Geoffrey Blainey: “Na Tanzânia, descobriu-se um registro primitivo pelo qual se conclui que dois adultos e uma criança caminhavam sobre cinza vulcânica amolecida por uma chuva recente. A seguir, as suas pegadas foram cozidas pelo sol e, aos poucos, foram cobertas por camadas de terra; as pegadas, definitivamente humanas, têm mais de três milhões e seiscentos mil anos”. E continua o historiador mencionado: “Embora, até mesmo isso seja considerado um fato recente na história do mundo contemporâneo, pois que os últimos dinossauros foram extintos há cerca de 64 milhões de anos”. Fato líquido e certo é que há 2 milhões de anos “hominídios” viviam na África, eram poucos e de menor altura do que seus descendentes que hoje povoam a Terra, todos os continentes.

Assim, seguindo também a tradição bíblica, Adão teria nascido na África e tinha cor negra (a boa cor), e todos somos afro-descendentes. Eva veio depois – ninguém sabe quanto tempo demorou para que ela aparecesse na terra – também possivelmente era preta (ou já havia amorenado até chegar aonde Adão se encontrava, na verdade um paraíso, pois havia campos planos para andar, apanhar frutos, rios para pescar, matas aonde caçar e por onde correr para as cavernas, seus abrigos. Claro, havia muito cuidado para se livrarem da serpente (ou as serpentes, de modo geral), mas Eva parecia ainda não saber disso e se deu mal. Trata-se do Éden, presente de Deus.

A outra raça que julgam ter existido mais ao norte, no continente que se chama hoje Europa, foi a do homem de Neanderthal, uma espécie que a maioria dos pesquisadores e cientistas dizem ter desaparecido sem deixar descendentes. Possivelmente, porque morreram todos de fome e frio, e de guerras entre si. Suponho eu que tenham sofrido mudança na cor da pele e ficado mais claros por causa da neve e do gelo (se realmente não eram outra raça, mas um pequeno ramo do homem de Tanzânia que se desgarrou e afogou-se no tempo).

A chamada raça amarela é outro ramo que talvez, desesperado por falta de alimentos, seus integrantes passaram a correr os desertos da Sibéria e, exaustos e desnutridos, chegaram à China e à Oceânia, ali encontrando campos excelentes, onde havia arroz em abundância, para comer. E de tanto comerem desse cereal e outros semelhantes, tomaram essa cor menos preta. Mas é preciso dizer também que um dos países mais populosos do mundo, hoje, é a Índia, povoada predominantemente por gente de cor morena, herança da boa raça. Talvez porque da mãe África não estava a Índia tão longe.

Como que voltando às origens, os amarelos hoje começam a imitar os costumes ocidentais, inclusive mudando, com cirurgias, o tipo de olho puxado, que é o que mais os diferenciam de nós, os filhos da mãe África, que são sempre mais fortes, vivem mais e procriam mais. Se se fizer uma estatística séria, abrangendo toda a população do planeta Terra, deve ser maioria a raça negra e congêneres: mulatos, morenos, etc.

Então, pensar bem é considerar a verdade da nossa origem e que os africanos estão mais próximos dessa origem. Pensar também que Eva (a primeira mulher), tenha sido criada à semelhança de Adão - a diferença maior está no sexo, para facilitar o crescimento do “hominídio” em quantidade – porque, em qualidade, segundo Geoffey Blainey – baseado nos melhores estudos da área – “entre os últimos 500 mil e 200 mil anos, o cérebro humano sofreu (sic) um crescimento notável em volume, e isso foi um grande acontecimento na história das mudanças biológicas”.

Vamos pensar que Jesus-homem era moreno, como descendente de judeu. Vamos acabar com o “racismo”, de uma vez por todas, que é muito melhor. Vamos considerar todos iguais, todos inteligentes e descendentes do “homo sapiens”. Que as diferenças sejam tratadas como tendo causa nas circunstâncias do tempo e nas condições que lhes foram colocadas, ou a que eles se apegaram por tantas razões que não cabem ser aqui analisadas. E considerar o dito e o interdito como verdade. Parafraseando o poeta Fernando Pessoa, que escreveu “as coisas são o último sentido oculto das coisas”, assim, eu digo que “A VERDADE É O ÚLTIMO SENTIDO OCULTO DA VERDADE”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Comentarios

Inclua  seu comentário                               

                                            

Nome:                               Mail:

 

                                              

CAPTCHA Image          

 




De sua nota para este Texto             
Currículo do Autor Exibido 182 vezesFale com o autor  
 
Receba um aviso sempre que este autor publicar novos textos, clique aqui
Patrocine esse Autor Patrocine esse Texto envie este texto para um amigoveja outros textos deste autor





VITRINA DE LIVROS IMPRESSOS
DÉBITO CONJUGAL
Dalva Trindade
HISTÓRIAS QUE CONTAVA PARA O MEU NETO
Maria Hilda de J. Alão
FUTEBOL TAMBÉM É COISA DE MULHER
Maria Teresa Innecco Corrêas
Dona Joaquina do Pompéu-Sua História e a sua Gente
Deusdedit P.R. Campos
BACABA II - TODA A VERDADE SOBRE A GUERRILHA DO ARAGUAIA E A REVOLUÇÃO DE 1964
José Vargas Jiménez
Estação Jugular - Uma estrada para Van Gogh
Allan Pitz
Estação Poética - Jandira Costa
Ana Carolin
Lina e Lero e o Castelo Mágico - Lina et Lero et le Château Magique
Ana Carolina Vieira
Kôra: o pressentimento do dragão
Ana Flávia Abreu
Humor Vermelho - vol. 2
org. por Barbara Cassará
Humor Vermelho - vol. 1
Isabella Saes
Ninguém quer comer meu ovo
Chef Batato (Barbara Cassará, Tatiana Berlim e Tomaz Adour)
VERTIGEM LUNAR
Fernando Pellisoli
A Última Entrevista de José Saramago
José Rodrigues dos Santos
Seu Adolpho
Felipe Pena
O Melhor da Pior Parte
JBruno Graciano
Contente em Ler - Cineastas – Volume I
Varios Cineastas
VITRINA DE E-BOOKS
OS PROBLEMAS DO PAÍS E A FALTA DE ATITUDE DOS POLÍTICOS
Nilza Paiva
SESMARIA DE OUTONO
José Ernesto Kappel
O SEQUESTRO DO DEPUTADO
Djalma Ferreira
Divulgue seu livro