Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
35 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56716 )
Cartas ( 21159)
Contos (12581)
Cordel (10002)
Crônicas (22134)
Discursos (3130)
Ensaios - (8934)
Erótico (13377)
Frases (43184)
Humor (18330)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2592)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137942)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4715)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->Ficção? -- 02/06/2009 - 16:38 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
FICÇÃO?

Nelson Lehmann (*)

A cada dia que passa somos surpreendidos com outra revolução cientifica.

E cada revolução nada mais é do que uma chave para abrir inúmeras outras.

Que se multiplicam exponencialmente.

Assim desde a dimensão cósmica às partículas sub atômicas, da genética à neurologia,
da psique ao comportamental.

Começam a surgir questões que aparentemente extrapolam a ciência. Mas o que era uma vez ficção tornou-se realidade e, mais que isso, passou a coincidir com os mitos.

Hoje se ouve falar em “Universos Paralelos”. Incontáveis dimensões que se entrecruzam Buracos Negros literalmente engolem matéria-energia enquanto “buracos Brancos” produzem matéria inesgotavelmente. O que exige uma interligação entre tais fenômenos, túneis ou “minhocas” de comunicação.

A morte, interrogação suprema da humanidade, seria então uma passagem para OUTRA dimensão. Não uma dimensão distante desta que conhecemos,
mas que é quase clone desta e não ocupa espaço-tempo.

Nossos antepassados estão no nosso meio, literalmente.

As obras máximas de todos as culturas nos falam de imortalidade. As pirâmides, as catedrais, as sinfonias, as artes. As religiões, às vezes até equivocadas, nos falam de uma nostalgia de significados universais e eternos. A morte é inaceitável. E a injustiça eterna também não pode ser aceita. Nos inconformamos com ela.

A morte é um zero no final do processo evolutivo. Um desperdício de energia. Um absurdo que não pode ser aceito. Uma interrogação sem resposta.

Sócrates, o pai da filosofia ocidental, assegurava a seus alunos que nada teriam apreendido não aceitassem o óbvio da imortalidade. Todos os diálogos platônicos têm tal doutrina como central.

E a analogia do soldado ER – um individuo, não um coletivo – explicita tudo:

Ele volta da dimensão além morte. E o detalhe do Túnel de passagem com o Juízo Final coincidirá com o ensinamento cristão.

Hoje a ciência parece se aproximar disso. Não via “revelação” ou mitologia, mas agora via experimental e mensurável.

Mais do que nunca a obra de Teilhard de Chardin merece ser lida. Vai além de um evolucionismo darwiniano e suas a atualizações. O “Fenômeno Humano” é o mais recente no universo. Seu inicio se dá com o despontar da “Consciência Reflexa”. O Homem é o animal que não apenas sabe, mas sabe que sabe.

A descoberta do individuo pensante.

Essa consciência já existe nos animais, em diferentes escalas. Existe diluída também nas plantas. A consciência (alma, psique, nous) está dispersa no cosmos, na matéria.

Mas só no processo temporal vem a manifestar-se, em graus diferenciados até mesmo de individuo para individuo. Ora, essa consciência individual está direcionada a comunicar-se com as demais, a formar um “sistema” global de consciências, sem perder sua individualidade. O que é a tarefa que se esboça no hoje da humanidade.


(*) Membro do Instituto Liberal de Brasília, Nelson Lehmann é professor (PhD) emérito da Universidade de Brasília e autor do livro 'A Religião Civil do Estado Moderno' (Cfr. http://www.thesaurus.com.br/livro/755/a-religiao-civil-do-estado-moderno/).

Obs.: Leia também, de Lehmann, 'A Teoria dos Três Verbos' em http://oindividuo.com/convidado/lehmann4.htm, e 'Ensinar x Doutrinar em http://oindividuo.com/convidado/lehmann2.htm





Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui