Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
31 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56723 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10005)
Crônicas (22134)
Discursos (3130)
Ensaios - (8936)
Erótico (13378)
Frases (43199)
Humor (18335)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2597)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137948)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4723)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->1964 versus 2010 - II -- 06/04/2009 - 13:14 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
1964 VERSUS 2010 - II

Geraldo Almendra

O que a mídia canalha que domina o país está fazendo diante da mais grotesca preparação do novo estelionato eleitoral que colocará a terrorista Estela no comando do país?

- Divulga insistentemente a “bela” embalagem da mentira, mas não toca no seu conteúdo absolutamente criminoso e apodrecido. O casal cúmplice da manipulação do imbecil coletivo está preparando seu caminho para servir ao jornalismo subserviente à terrorista Estela, do lado de outros canalhas terroristas que estão construindo o jornalismo estatal.

O golpe que assistiremos em 2010, provocado por mais um estelionato eleitoral patrocinado pelo Retirante Pinóquio, que vive fazendo campanha eleitoral divulgando planos de investimentos em obras sociais sem prazo para execução e dependentes da participação da iniciativa privada ou de governos estaduais, colocará no poder a terrorista Estela como uma compulsória estratégia para preservar o desgoverno do desqualificado etílico das investigações que obrigatoriamente ocorrerão caso a presidência seja ocupada por um representante de um partido de oposição.

Que fique claro para todos que a retomada do controle do país por um político de oposição não representará, necessariamente, nossa libertação do poder dos canalhas da corrupção e da prevaricação corporativista que assumiram o controle dos poderes públicos.

Sabemos que a solução não é esta – o desgoverno FHC foi um digno exemplo –, e sim o controle do país por uma junta civil militar com a responsabilidade de refazer nossa história na direção de uma sociedade subordinada a um verdadeiro Estado Democrático de Direito e não a essa escrota corruptocracia que nos escraviza.

A vitória da terrorista Estela ocorrerá pela força do voto de um imbecil coletivo construído com o maior programa de compra de votos do mundo através do escambo do assistencialismo clientelista, pelo corporativismo calhorda das relações públicas e privadas, e pela inacreditável covardia e traição à pátria de uma comunidade de esclarecidos, amantes prostitutos da ideologia socialista, mas curtidora de todas as dádivas materiais do capitalismo, mesmo que cercados por uma guerra civil que ceifa as vidas, todos os anos, de milhares de vítimas pertencentes às classes menos favorecidas.

O escândalo da insegurança somente toma relevância quando um ou outro bem aquinhoado pelo status social ou pela fama é assaltado ou assassinado por uma bala de um bandido. O resto é resto.

Qual desses canalhas, amantes do socialismo, mora em Cuba, na Venezuela, na Bolívia, na China, ou em qualquer desses países com sociedades absolutamente dominadas por poderes públicos que fazem das vidas dos cidadãos instrumentos de tortura para satisfazer as vontades dos donos do poder? Estamos próximos do momento em que teremos conservas de fetos de crianças sendo comercializadas nas prateleiras dos supermercados comunistas como iguarias dos canalhas.

Enquanto promete novos milagres sociais, o desqualificado deficiente físico-mental-etílico continua permitindo que o sistema de saúde se apresente como um caos, que a segurança pública seja uma piada assassina, que a estrutura econômica continue envelhecendo e tratada com remendos temporários pela canalhice oficial, e que o processo educacional seja focado na formação de militantes terroristas, ignorantes, imbecilizados e analfabetos funcionais, à exceção de uma “geração mangabeira” que, apesar de teoricamente terem formações educacionais no nível da excelência universitária estão sendo “educados” para possuírem a principal qualidade de enfrentamento dos novos tempos de uma sociedade dominada pelo petismo: um fosso moral e ético sem limites nas suas atitudes.

Por que certa mídia calhorda que domina nosso país não divulga na primeira página do seu jornal ou nos seus noticiários de horários nobres a ficha criminal da terrorista Estela? Medo do que? De perder os financiamentos oficiais? De perder as contas de propaganda do poder público? De perder sua concessão? Ou porque são mesmos comunistas declarados ou enrustidos, daquele tipo que adora Cuba, mas prefere viver no Brasil. Ou, simplesmente, apátridas e covardes que estão construindo suas aposentadorias e patrimônios com a omissão diante da entrega do país nas mãos de canalhas comunistas e terroristas, fazendo da edição dos fatos, ou de suas manipulações, seu meio de manter-se em uma profissão que exige a honestidade e a verdade como fundamento de sua prática?

Esse balcão de negócios espúrios e de canalhices explícitas, que são as relações públicas e privadas, manipuladas na sua transparência pública por um jornalismo marrom, tem sido o maior responsável pelo domínio da sociedade por uma súcia de canalhas desprezíveis da política prostituída, subserviente às oligarquias corruptas e traidoras de nossa pátria que, após o regime militar, passaram a dominar o país, subornando a tudo e a todos.

Por muito pouco do que já fez essa escória da raça humana, se a sociedade tivesse um mínimo de vergonha, este covil de bandidos chamado de Parlamento já teria sido destituído mais de uma vez, até que tivéssemos um mínimo de confiança de que esses bandidos, apelidados com o pomposo nome de congressistas, estivessem presos, e outros ocupando seus lugares, para realmente exercerem o papel que os eleitores lhes delegam quando os elegem pelo voto livre, que seria criar condições para um desenvolvimento econômico que possibilitasse justiça, trabalho, educação e dignidade para os cidadãos que buscassem o caminho da honestidade, da moralidade e da ética, para conduzir suas vidas.

Depois de investir durante décadas contra a moralidade, honestidade e a ética das relações públicas e privadas, a canalha “democrática” do síndico-comunismo e das oligarquias que vem subornando sem limites outra canalha de funcionários públicos, de esclarecidos e seus cúmplices, está chegando o dia em que a escória do socialismo genocida vai assumir integralmente o controle do país, na eleição do novo presidente em 2010: será a posse da terrorista Estela, que está sendo gradualmente conduzida a uma vitória em mais um descarado estelionato eleitoral preparado pelo Retirante Pinóquio, estelionato testemunhado por todos que têm o poder de intervenção, mas que, covardemente, se omitem de tomar uma dura atitude contra esse desqualificado etílico que não tem mais qualquer pudor de gritar para todos através de suas atitudes: VOCÊS SÃO TODOS IMBECIS E PALHAÇOS DE MINHAS VONTADES.

A covardia da sociedade diante do maior programa de compra de votos do mundo, dos movimentos sociais ilegais e criminosos, do poder de polícia subserviente do petismo, do suborno, da corrupção e da prevaricação corporativista que tomou conta do poder público, está jogando a biografia do nosso país na latrina dos piores desastres sociais que o mundo tem presenciado.

Em pleno século XXI o Brasil está caindo nas mãos do socialismo genocida através do instrumento do suborno pela mentira, pela patifaria, pela hipocrisia, pela canalhice, pela ameaça velada das forças paramilitares de movimentos sociais patrocinados pelo petismo, e tudo o mais que caracteriza o comportamento de uma gang socialista-corrupta-genocida que tomou conta do poder público.

Enquanto os traidores do país se preocupam em humilhar e desqualificar as Forças Armadas e, ao mesmo tempo, a escória que tomou conta do poder público prepara suas forças paramilitares dos movimentos sociais e do poder de polícia subornado, para garantirem a consecução do projeto de poder perpétuo do petismo, a sociedade dos esclarecidos não se toca que cairá nas mãos da genética genocida do comunismo assassino que após assumir o poder, simplesmente cospe no prato que comeu, exigindo total subserviência aos seus desmandos, tudo já registrado pela história de mais de 100 milhões de cidadãos assassinados por esses genocidas.

Teremos então uma nova revolução bem diferente daquela iniciada pelos militares e por uma parcela da sociedade civil em 1964.

Será uma revolução resultante do suborno dos esclarecidos que aceitaram durante décadas um movimento de uma esquerda calhorda e de uma trama apátrida liderada pelas oligarquias políticas prostituídas, que abriram o caminho para o enriquecimento ilícito dos corruptos e prevaricadores corporativistas que fizeram do Planalto Central uma Ilha da Fantasia da degradação moral e ética do poder público.

A cumplicidade das classes esclarecidas – especialmente de uma academia apodrecida –, a falência da educação e da cultura das massas ignorantes ou imbecilizadas, e o apodrecimento moral e ético dos poderes da República, notadamente do Poder Judiciário, serão os maiores responsáveis pela provável vitória dos canalhas do socialismo genocida em 2010 através da tomada do poder pela terrorista Estela.

Teremos a partir deste desastre social a formação de uma nova sociedade de castas: a dos sustentados pelo assistencialismo clientelista, a da burguesia petista, a dos covardes esclarecidos das classes mais favorecidas que continuarão em silêncio ou sendo cúmplices, a das oligarquias que detêm o poder político-econômico, e de uma das sórdidas escórias da sociedade brasileira que será a dos parlamentares que estarão compondo o partidão único de apoio à terrorista Estela.

Diante deste fato a sociedade brasileira vai merecer, através das letras das páginas da história, ser desqualificada como a sociedade mais covarde, mais imbecil e mais corrupta da civilização ocidental.

Onde estão os líderes das caras pintadas que ajudaram na queda do presidente Collor de Mello que hoje é aliado incondicional do desqualificado etílico? – Todos foram subornados pelo desgoverno petista. Pode existir um poder público mais promíscuo do que este?

O apodrecimento moral e ético das classes esclarecidas é exemplarmente exemplificado com a divulgação entre a alta sociedade paulistana da corrente FREE ELIANA que pretende influenciar no destino prisional de uma empresária condenada por diversos crimes.

Enquanto isso o presidente do país onde vive esta mesma classe, desde que chegou ao poder por um grotesco estelionato eleitoral não ouve, não vê e não sabe das ações das gangs dos quarenta, amigos íntimos do Retirante Pinóquio e pertencentes à pior corja de apátridas, corruptos e prevaricadores, que já tomou conta do poder público.

Por que esses ricos cidadãos hipócritas e levianos não divulgam uma corrente FREE BRASIL para colocar na cadeia os canalhas das “gangs dos quarentas” e livrar nosso país do golpe que se aproxima: a posse no comando do país pela terrorista Estela?

As Forças Armadas e os civis patriotas, dignos e honrados – os que restam – não podem deixar que esta traição ao país seja consumada. Não podemos permitir que nos transformem em escravos de uma ditadura fascista ou síndico-comunista que formalizará a posição do Estado contra o cidadão que o sustenta.

“Ou Deixar a Pátria livre... Ou Morrer pelo Brasil.”

Ou o silêncio dos covardes e a cumplicidade dos canalhas para que haja a troca da bandeira do Brasil pela bandeira comunista de estrela única depois da posse da terrorista Estela.

Geraldo Almendra

05/04/2009


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 489Exibido 543 vezesFale com o autor