Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
37 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56743 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10007)
Crônicas (22136)
Discursos (3131)
Ensaios - (8937)
Erótico (13379)
Frases (43221)
Humor (18341)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2602)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137961)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2388)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4730)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->O torturador do Khmer Vermelho vai a julgamento -- 18/02/2009 - 22:21 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Camboja

O torturador do Khmer Vermelho vai a julgamento

17 de fevereiro de 2009

Com agência France-Presse

O principal torturador do Khmer Vermelho, Kaing Guek Eav, conhecido como 'Duch', compareceu nesta terça-feira a um tribunal cambojano patrocinado pela ONU para o primeiro e aguardado julgamento pelas atrocidades cometidas há mais de 30 anos pelo regime comunista cambojano. 'Duch', de 66 anos, compareceu a uma audiência preliminar sob a acusação de ter comandado o principal centro de detenção e tortura do Khmer Vermelho em Phnom Penh.

'Esta primeira audiência representa a materialização dos importantes esforços para criar um tribunal honesto e independente, encarregado de julgar os que ocuparam funções de direção no aparelho dos khmeres vermelhos', declarou o juiz Nit Nonn, que presidiu a audiência. Quase dois milhões de pessoas (25% da população) morreram sob o regime de Pol Pot, que impôs o terror entre 1975 e 1979, obrigando as pessoas a abandonar as cidades e se mudar para o campo.

O regime massacrou a população com trabalhos forçados e eliminou sistematicamente todos os 'traidores da revolução'. 'Duch' dirigiu o campo S-21, conhecido também com o nome de Tuol Sleng, um centro de interrogatórios que funcionava num antigo colégio secundário de Phnom Penh, onde mais de 12.00 pessoas foram torturadas e assassinadas em função da repressão em massa organizada pela equipe no poder de Pol Pot. Ele poderá ser condenado à prisão perpétua.

O acusado, um antigo professor de matemática convertido ao cristianismo nos anos 90, será julgado por crimes de guerra e crimes contra a humanidade. 'Este é um dia muito importante para mim', disse Chum Mey, um dos raros sobreviventes de Tuol Sleng. 'Serei testemunha. Quero ver o `Duch` e preguntar por que me prendeu.' Detido em 1999 pelas autoridades cambojanas, o 'Duch' foi levado em 2007 a um tribunal especial em Phnom Penh patrocinado pela ONU.

Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/torturador-khmer-vermelho-vai-julgamento-422016.shtml

Obs.: Quando é que facínoras, como Fidel Castro, irão também a julgamento? Há uma condescendência inexplicável da mídia e dos intelectuais com os crimes dos comunistas. O mesmo não ocorreu com os nazistas, que foram, muito justamente, julgados e condenados à morte no Tribunal de Nuremberg. Na verdade, o nazismo é o mais perfeito álibi de que se valem os comunistas para esconder seus pérfidos crimes - Cfr. texto de minha autoria a respeito do assunto em http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=8606&cat=Ensaios&vinda=S (F. Maier).



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 489Exibido 477 vezesFale com o autor