Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
35 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56723 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10005)
Crônicas (22134)
Discursos (3130)
Ensaios - (8936)
Erótico (13378)
Frases (43199)
Humor (18335)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2597)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137948)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4723)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->Sodoma e Gomorra é aqui -- 24/10/2008 - 19:17 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
SODOMA E GOMORRA É AQUI

Por Geraldo Almendra (*)

E enquanto o mundo do stalinismo não desaba em definitivo sobre nossas cabeças – dos otários de sempre – os canalhas consomem “nos rega-bofes oficiais jantares palacianos servidos à base de finas entradas de vieiras grelhadas com tomate confit e de ótimas fatias de carne de javali importada, acompanhadas de excelsas taças de Romanée Conti, ao preço de R$ 20 mil a garrafa”.

“Meu sucessor vai ter um problema sério: terá de fazer mais que um metalúrgico. Não poderá passar à história como alguém que fez menos que um torneiro mecânico”. Lula.

A existência do elemento servil é a maior das abominações. (Ruy Barbosa)

O país apodreceu pelas mãos dos líderes do petismo. Foi transformado em uma coletividade desagregada, sem mais referenciais de valores morais e éticos para sustentar a preservação dos caminhos da construção de uma sociedade onde se possa viver com um mínimo de dignidade e justiça social.

As ilhas sociais, instituições e organizações, onde ainda se pode contar com gente decente são cada vez menores, não têm poder para influenciar mais o destino do país, e tão somente cuidam de sua própria sobrevivência.

O golpe final nas nossas esperanças de vivermos em uma verdadeira democracia já está na mesa de um Supremo Tribunal servil ao petismo: foi colocada na pauta dos togados uma proposta de condenação definitiva das Forças Armadas por terem evitado ao longo do regime militar que o país fosse transformado em um Estado comunista e genocida. Uma condenação pedida por representantes civis da mais corrupta Justiça que já se instaurou no país. É a vingança final dos canalhas.

Esperamos que as Forças Armadas, diante de tal falto, honrem as suas fardas e seus juramentos de defender o país – sua pátria – dos canalhas do comunismo, do fascismo, do stalinismo e demais vertentes da degeneração humana. JÁ PASSOU DA HORA DO BASTA!

Após o regime militar, a política, fomentada dentro do Poder Legislativo, tem sido o esteio da canalhice nacional nas suas mais diversas formas, possíveis e imagináveis; sistematicamente esses vermes contaminam a sociedade, fazendo das relações públicas e privadas exemplos diários de modelos “culturais” de um absoluto apodrecimento moral e ético.

A maioria dos nossos políticos, os mais bem pagos, mais corruptos e mais prevaricadores do mundo civilizado, pode ser considerada, sem qualquer dúvida, uma escória, que se chafurda na lama da prostituição da política, e fazem do Congresso Nacional um covil de meliantes, gente absolutamente descomprometida com a dignidade, a honestidade e a honra, qualidades que deveriam ser marcas registradas de um cidadão alçado à condição de servidor público por assumir um cargo através dos votos dos contribuintes.

O que o petismo tem feito – por sua conta e criação próprias – de bom para o país no sentido de agregação de valores para o desenvolvimento social e econômico, contribuindo para a formação de uma sociedade digna e justa? – Absolutamente nada, a não ser a redundante prática da mentira, da falsidade, da leviandade, da hipocrisia, do corporativismo, da prevaricação, da corrupção, e do relativismo sujo da boa vizinha no submundo da prostituição da política! São mais de cem escândalos de corrupção antes de terminar o segundo mandato do PT!

No campo econômico, o PT vem repetindo a ortodoxia e métodos de administração pública, plantados no segundo mandato do desgoverno FHC, assim como oportunamente beneficiado por uma fantástica maré de sorte resultante do comportamento da demanda mundial por bens e serviços; mas, na sua comunicação com os contribuintes, este desgoverno petista, vive de mentiras, hipocrisias, leviandades, falsas promessas, falsas realizações, manipulação de fatos, e absurdas ou sub-reptícias explorações das demandas sociais. O jogo sujo é motivar a sociedade acreditar nas fantasias de que nunca nesse país...

Não podemos esquecer que o desgoverno FHC foi o principal responsável pela transformação do sapo barbudo, de habitante do pântano do sindicalismo fétido, em habitante do mar da corrupção em que se encontra mergulhado o Palácio do Planalto e suas ramificações prostituídas dentro do poder público.

Na administração pública o desgoverno petista deve satisfações à sociedade em relação às mais de cem graves denúncias de corrupção; graças ao Poder Judiciário, e aos Tribunais Superiores, ninguém viu quaisquer dos envolvidos irem para a cadeia como condenados.

Na área do incentivo ao movimento de capitais de investidores internacionais para aplicações no país consegue sucesso oferecendo a maior taxa de juros do mundo, repassando a conta para os otários dos contribuintes que trabalham mais de cinco meses por ano para bancar a felicidade dos mais ricos.

Em relação ao financiamento de sua dívida interna, que garante mínimos investimentos de caráter estrutural, preserva um irresponsável assistencialismo populista, banca desvios de dinheiro público com dezenas de escândalos de corrupção, e viabiliza o pagamento de uma estrutura estatal incompetente, ineficiente, prevaricadora e empreguista de milhares de asseclas do PT, também é garantida a maior taxa de juros do mundo desde que o petismo começou a desgovernar o país. Sua maior virtude para sustentar tanta sacanagem pública é ter gerado confiança de que não daria um calote em uma dívida interna astronômica, que nunca mais conseguirá ser paga, para chegar aos níveis economicamente aceitáveis, transferindo para as gerações futuras o preço dessa canalhice chamada de petismo.

No campo do financiamento do consumo incentivou e continua incentivando a criação de uma bolha de dívidas de consumidores, financiadas no longo prazo – acima de 12 meses –, irresponsável, para criar consumo supérfluo com dinheiro emprestado, e que vai explodir em algum momento, pois o endividamento individual da classe média, dos aposentados e das classes mais baixas supera sua capacidade de pagamento, sendo incompatível com seu padrão de renda médio que deve pagar sua sobrevivência para ter direito a bens e serviços essenciais.

No campo social o desgoverno petista se apresenta como o mais assistencialista e populista de nossa história, transformando a vontade individual de crescer - com o valor do trabalho e da educação - de milhões de pessoas, em um vício de ficar para sempre no guarda-chuva das diversas formas de subsídios assistencialistas e populistas patrocinados pelo Estado, sem retorno ou de retorno absolutamente incerto.

Na questão da saúde depois da leviandade da insinuação de que o país tinha um dos melhores sistemas de saúde pública do mundo, o que estamos assistindo são hospitais públicos em estado de desmoralização pelo péssimo atendimento, pela falta de condições estruturais, pela falta de respeito ao contribuinte e pelas inúmeras denúncias de irregularidades administrativas, com cidadãos morrendo nas filas ou nos corredores imundos que servem de locais para a colocação de leitos improvisados. Na falta da saúde pública restou sermos explorados pelos planos de saúde que garantem algum atendimento médico à população, mas a um custo exorbitante, conforme a idade de quem procura esse sistema de atendimento privado. O aposentado que já foi espoliado pela previdência e pelas mudanças na legislação que reduziu as aposentadorias (FHC) que se “exploda” com o custo dos planos de saúde privados.

No campo moral e ético o petismo está sendo responsável por uma absurda desestruturação social e por uma impensável ruptura da base moral e dos bons costumes que, apesar da falência e educacional patrocinada pelos desgovernos civis após o regime militar, ainda poderiam servir de base para a construção de uma sociedade digna e justa, se não fosse uma primazia da versão tupiniquim do decálogo de Lênin praticada pelo petismo desde 2003 para incentivar a ruptura social.

O PT chafurda na lama da degradação moral, na propaganda mentirosa mais odienta, na escolha mais desprezível de seus pares, na discriminação mais asquerosa de seus críticos e na covardia do stalinismo que faz do cidadão um escravo da vontade de um Estado corrupto e prevaricador.

No campo da Justiça o petismo transformou o Poder Judiciário em um instrumento relativista e corporativista para livrar da cadeia as “gangs dos quarentas” e seus cúmplices, assim como para atingir seus objetivos de implantar no país um socialismo apodrecido, com seus covardes instrumentos fascistas e estalinistas em plena prática, e dominando as relações do Estado com o resto da sociedade.

No campo militar, o petismo acabou o “serviço” iniciado pelos desgovernos civis anteriores: destruiu a moral e a honra das nossas Forças Armadas transformando a caserna em abrigos de vassalos das “gangs dos quarentas” e seus cúmplices; na estrutura de comando militar no país, o petismo transformou algumas de suas peças chaves em patrocinadores de uma troca da bandeira; a do nosso país pela bandeira vermelha de estrela única do PT. Os heróis agora – dignos de reparações milionárias – são os comunistas traidores do país, terroristas, seqüestrados, assassinos de militares, ladrões e ladras de banco.

Na educação pública o PT estabeleceu mecanismos populistas e assistencialistas de preservação da ignorância nacional e do imbecil coletivo ampliando para as universidades os instrumentos de destruição do ensino público. Agora são as políticas cotistas que substituem o mérito do conhecimento que não é adquirido em um ensino fundamental e médio, que é classificado como um dos piores entre os países avaliados por entidades internacionais. Enquanto isso ilude a sociedade, com seus indicadores fabricados para o mercado interno da mentira acadêmica.

No caso da segurança pública além da absurda politização da Polícia Federal sob o comando geral de um ministro comunista, seu grande projeto está sendo desarmar as pessoas de bem sem conseguir estancar o contrabando de armas nem desarmar os bandidos que transformaram a vida dos cidadãos e de suas famílias em um risco constante de ir trabalhar e não voltar mais para casa.

No caso dos sem terra e dos sem nada, o petismo está transformando todos em um exército de prontidão que vive invadindo ou destruindo propriedades privadas e está pronto para abrir seus porões com estoque de armas para combater em campo aberto no caso de uma ofensiva em defesa da pátria que possa vir a ser feita por civis e militares.

Em relação à nossa integridade territorial o PT já está doando parte do nosso território para comunidades que querem uma nova geografia para atender a interesses incompatíveis com a preservação da segurança nacional diante de um mundo cada vez mais instável e interessado em nossas riquezas.

É por isso, e muito mais, que em qualquer pesquisa séria - e independente dos institutos que servem ao petismo - feita nas camadas mais esclarecidas, e não dependentes do suborno, ou do assistencialismo populista do desgoverno do PT, nos mostra outra realidade de opinião pública diferente daquilo que é divulgado com honras pela TV GLOBO: mais de 80 % das pessoas consultadas não votariam novamente no Sr. Luís Inácio Lula da Silva.

Mas não vamos nos iludir. O terceiro mandato, que deverá estar garantido por um golpe patrocinado pelo Congresso, já está sendo plantando por um projeto de revisão constitucional, diante de uma sociedade absolutamente covarde e destruída nas suas convicções patrióticas pela degradação moral e ética disseminada pelo petismo no país. O retirante Pinóquio precisa de mais tempo para fazer seu sucessor e acabar de implantar o domínio da estrutura do Estado pelo stalinismo petista.

E enquanto o mundo do stalinismo não desaba em definitivo sobre nossas cabeças – dos otários de sempre – os canalhas consomem “nos rega-bofes oficiais jantares palacianos servidos à base de finas entradas de vieiras grelhadas com tomate confit e de ótimas fatias de carne de javali importada, acompanhadas de excelsas taças de Romanée Conti, ao preço de R$ 20 mil a garrafa”.


(*) Geraldo Almendra, Economista e Professor de matemática, Petrópolis


Artigo publicado originalmente para o site BRASIL ACIMA DE TUDO nesta data e que foi postado conforme o original pela sua importância.


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 489Exibido 454 vezesFale com o autor