Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
39 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56734 )
Cartas ( 21160)
Contos (12583)
Cordel (10005)
Crônicas (22134)
Discursos (3130)
Ensaios - (8936)
Erótico (13379)
Frases (43210)
Humor (18337)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2599)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137959)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2387)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4727)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->Círculos Bolivarianos: ameaça à democracia -- 29/10/2007 - 12:24 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
ENCONTRO RECHAÇADO

Ternuma Regional Brasília

Por Agnaldo Del Nero Augusto, General-de-Divisão Reformado

No final de 1962, acatando repto dos EUA, a URSS retirou mísseis nucleares que instalara em Cuba. O recuo soviético desgastou política e militarmente a URSS e custou caro a Kruschev. Buscando recompor seus espaços diplomáticos, políticos e comerciais nas Américas, procurou incrementar o apoio das nações latino-americanas à revolução cubana, contando com a liderança do Brasil. Determinou que nosso País promovesse um Encontro Continental de Solidariedade á Cuba. Ilegal, o PCB, cumprindo a diretiva soviética, repassou o encargo à UNE, infiltrada e totalmente dominada pelo Partido.

Em 12 de março de 1963, a UNE e a também ilegal Associação BRASIL/CUBA resolveram convocar, para o Rio de Janeiro, o tal encontro. O governador da Guanabara considerou-o um ato ilegal, uma provocação e proibiu sua realização no Estado.

Em Nota Oficial do seu Gabinete, após relacionar os textos legais violados com a realização do citado encontro, no “exercício da sua competência e no cumprimento de seu dever resolveu impedir a sua realização em seu território” Conclui a Nota Oficial: Trata-se, portanto, de defesa da ordem jurídica vigente, e de repressão a ato criminoso, mediante o simples cumprimento da lei, ao qual não pode faltar a autoridade competente”. A seguir, mandou que sua decisão fosse comunicada ao Presidente do Tribunal de Justiça da GB.

Agora temos a revolução bolivariana do psicopata Chavez. Sua infiltração ideológica no Brasil vai muito além do lançamento do livro Simón Bolívar – o Libertador. Tem um projeto político especial para o país, como denunciou o Correio Braziliense de hoje, 24 de outubro. “O trabalho de campo está sendo coordenado pelo venezuelano Maximilian Arvelaiz, que há quase um mês, percorre várias capitais brasileiras com a missão de reorganizar os Círculos Bolivarianos e outras unidades de apoio à causa chavista.

Pretendem que essa articulação culmine na realização da Primeira Assembléia Bolivariana Nacional em dezembro, no Rio de Janeiro. No encontro, será lançada a versão tupiniquim do Movimento Bolivariano. Trata-se de uma frente antiimperialista dedicada a transformar o Estado numa “democracia socialista”, como consta do próprio estatuto desse futuro organismo. Como escreveu o repórter Claudio Dantas Sequeira, do CB, “ as linhas teóricas do documento repetem, sem timidez, o ideário da Reforma Constitucional chavista e sua meta de construir um ´poder popular´ para formar uma “federação socialista latino-americana”.

O Movimento terá hino, símbolo e bandeira próprios, e prevê cooptação de posições estratégicas em partidos, sindicatos, associações de bairros, grupos religiosos, ligas camponesas e empresas.

O enviado especial de Chavez tem se reunido com os coordenadores dos vários Círculos Bolivarianos espalhados pelo Brasil para instruí-los da mudança de status dessas Células sociais. Deixam de ser apenas unidades para a disseminação da doutrina bolivariana e se tornam parte de uma estrutura nacional, uma frente política aparelhada.

O jornalista Aurélio Fernandez, membro da CUT-RJ e do diretório nacional do PDT criou a Casa Bolivariana, que reúne todas as organizações similares do Rio, como é o caso do Círculo Bolivariano Che Guevara, que reúne universitários. Eduardo, um dos responsáveis, confirmou à reportagem que o Movimento Bolivariano recebe apoio do Consulado Geral da Venezuela, capitaneado pelo embaixador Mario Guglieli Vera “A gente conta com a ajuda deles, não só formando uma base de solidariedade `a revolução na Venezuela e em Cuba, mas ajudando na construção de uma revolução no Brasil”.

O Movimento terá como fachada jurídica a Associação Nacional pela Educação Popular e a Cidadania. O Movimento tem um site HTTP://assembleiabolivariananaci-onal2007. blogspot.com. Mantido pelo Círculo bolivariano Leonel Brizola(fundacional), cujo coordenador é o citado jornalista Aurélio Fernandes.

Colocamos dois trechos do Estatuto do Movimento no Brasil: “É uma organização política que se define como bolivariana, guevarista e brizolista. Fundamenta na teoria marxista sua visão crítica e revolucionária, contra o capitalismo(...) Se propõe a combater por meio da luta ideológica frontal. Utilizaremos todas as formas de luta tendentes à resolução da luta de classes que tem como objetivo a tomada do poder.

Lutamos por uma sociedade socialista que prepare as condições para uma sociedade sem classes e sem estado: sociedade comunista.”

Pelo menos dessa vez a coisa está clara. Trata-se de uma ameaça à Democracia, pela qual lutamos. Mesmo assim é uma ilusão esperar uma atitude do Governo Federal. Trata-se de desenvolvimento do Foro de São Paulo, do qual o Sr Lula é um dos fundadores, juntamente com Marco Antonio Garcia, seu assessor de política internacional, menino de recado de Fidel Castro. Mas não podemos nos alhear. Enquanto esperamos a atitude das demais autoridades, face violação da soberania nacional, podemos ir identificando esses Círculos, seus integrantes, sua composição, suas atividades, porque,sem dúvida teremos que agir. Em Brasília, o diretor do Círculo Bolivariano é o petista Afonso Magalhães.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 489Exibido 1267 vezesFale com o autor