Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
99 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54945 )
Cartas ( 21059)
Contos (12121)
Cordel (9542)
Crônicas (21131)
Discursos (3109)
Ensaios - (9910)
Erótico (13133)
Frases (39897)
Humor (17551)
Infantil (3560)
Infanto Juvenil (2308)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135650)
Redação (2874)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4195)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Infantil-->CONTANTO CARNEIRINHOS... -- 11/09/2017 - 22:23 (Adalberto Antonio de Lima) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

CONTANTO CARNEIRINHOS

Personagens das “Mil e uma noites” e de outros fantásticos mundos da imaginação podem sair dos livros e viverem noutros  mundos encantados, como a tua  Emília — disse Corina:

— Sabe de onde Emília veio?

— Emília me falou  de um homem bom, que foi preso, porque escrevia livros. Se eu escrever um livro, também serei presa, vovó?

— Não dê crédito a tudo  que diz uma boneca. Agora, durma, Princesinha.

Corina Retirou-se.

 Seus passos foram ficando mais distantes, lentos, lentamente se afastavam, até desparecerem do alcance auditivo da menina.

— Pode acordar,  Emília!  A vovó já foi embora.

— Quero dormir e não consigo!

— Conte carneirinho...  conte assim:

 

Carneirinho, carneirinho,

Vem me ensinar a pular...

Quero contar carneirinhos,

Carneirinho bem branquinho

Vem me ensinar a contar.

— Um, dois, três...

Galinha pedrês...

Quatro, cinco, seis...

Tem ovo no indez...

Sete, oito...

Fazer biscoito

Nove, dez...

Comendo pastéis.

Onze, doze...

Menina educada

Aguarda a vez

Para no treze...

Bate palminha...

Vem criancinha

Pulando sozinha

Pega a bolinha...

Quatorze! Salta o quinze

Vai até dezesseis

Atenção!

No quadrinho dezessete

Põe a mão no coração...

Contagem genial!

Durma agora  com os anjinhos. E Sonhe com passarinhos.

Carneirinho, carneirinho,carneirinho bem branquinho. Faz criança dormir e sonhar. Zzzzzzzzzzzzzzz...

***

Adalberto Lima, trecho de Estrela que o vento soprou.

Imagem: Internet

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 35 vezesFale com o autor