Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
16 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54391 )
Cartas ( 21031)
Contos (12030)
Cordel (9348)
Crônicas (20776)
Discursos (3097)
Ensaios - (9868)
Erótico (13087)
Frases (39442)
Humor (17507)
Infantil (3550)
Infanto Juvenil (2302)
Letras de Música (5406)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (134970)
Redação (2860)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4089)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Noite -- 29/10/2002 - 14:00 (VALMIR JOSE NUNES VIANA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
No passo encontro
As ruas que a noite
Revela para os poetas
Em calçadas desiguais.

Becos , vielas, casarões
São olhares sentidos
Que muitos vem outros vão
na batida tum. tum.

Roupas estende-se no corpo
Terreno cercando
Variando nas sílabas
Do verbo existência.

Ouvir cantigas
Numa poesia de cores
São aragem soltas
Vinda do Egito berço de contos.

Foges noite tão sorrateira
Abrindo pela madrugada
Teu passa que a alma marcas
A teu belo dia.

www.valmir-viana.blogspot.com
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui