Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
77 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54731 )
Cartas ( 21051)
Contos (12072)
Cordel (9444)
Crônicas (21016)
Discursos (3104)
Ensaios - (9890)
Erótico (13107)
Frases (39735)
Humor (17538)
Infantil (3557)
Infanto Juvenil (2306)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135405)
Redação (2862)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4159)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Cantor -- 16/10/2002 - 15:36 (VALMIR JOSE NUNES VIANA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Universo que canta os sons
Aberto
Noite estrelas sintilão
Amor ao natural
Cantos vem com a aragem
Numa medida livre
um caminho apenas melodias
Diferensião uma queda
Os movimentos partidoa da boca
Refletem a divina música
O cantor baixa os olhos aterra
Enrolando em uma força
Filhos do çeu são estrelas
Perfeita a luz
Cortante do amor sem fim
Orgão certeiro ponto
Filhos da propria esperança
São livros consertista
Em manhãs acorda hamonica
Flor bela saudade
Ouço apenas universo souto
Em petalas desejar
Cantos mergulhado nos seres
Enfinito espaço
Azul
Abro aboca e soliçitu presença
Do eroi organizado.

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui