Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
27 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56709 )
Cartas ( 21159)
Contos (12581)
Cordel (10002)
Crônicas (22133)
Discursos (3130)
Ensaios - (8932)
Erótico (13377)
Frases (43181)
Humor (18330)
Infantil (3739)
Infanto Juvenil (2591)
Letras de Música (5463)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137939)
Redação (2915)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1922)
Textos Religiosos/Sermões (4711)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Discursos-->Alair ou Lai -- 08/08/2016 - 14:48 (AROLDO A MEDEIROS) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Alair ou Lai
Aroldo Arão de Medeiros

Conheço há muitos anos. Com orgulho falo aos oito mares, porque sete é pouco. Agora, nesse momento, declaro que sei bem mais dela pelo que está fazendo pelo meu pai.
Tu és especialíssima. És filha de Deus perfeita e maravilhosa.
Vais à missa todo final de semana e no terceiro e quinto domingo do mês coordena-a com carinho e atenção redobrada.
És um doce, porém és daquele que quanto mais saboreamos mais gostamos.
Quando te abraçamos, parece que estamos unindo os povos, sem guerra, falcatruas, invejas, violência, mentiras, roubos e tudo que deixa as pessoas tristes.
Tens muitas qualidades. Pintas belos quadros. És amável e compreensiva. A tristeza passa sempre longe de ti. Gargalhas com vontade, deixando todos felizes ao teu lado.
Se teu tio quer chegar aos cem anos, queira ir mais longe que conseguirás. Viva cada dia intensamente, ainda mais que a ninguém incomodas.
Gostaríamos de te abraçar todos os dias.
És a única pessoa que conheço que batizou uma prima e dois primos e quatro primos-segundos a chamam de madrinha sem serem seus afilhados.
Os anjos te iluminam e essa claridade sempre te acompanhará por todos os dias de tua vida.
Estás viúva. Tinhas um amor que te adorava. Hoje pensas que estás só? Ledo engano. Todos te amam, como irmã e como mãe, ou muito mais.
Vi certo dia quando levantaste a neta para colocá-la no colo que ela, apenas com o olhar, demonstrava o amor que sentia por ti. Obedecia a ti, não como se fosses a mãe, mas como se fosses um anjo da guarda que a desviava dos espinhos, pedras e precipícios.
Um dia me dissesses que tens vontade de ser voluntária para as pessoas que sofrem esperando o chamado de Deus. Apresse logo essa decisão. Eles precisam de ti urgentemente, para que leves palavras de carinho e esperança. Eles serão mais felizes enquanto estiverem neste mundo. Saiba que Deus ficará feliz com este ato e fará de teus dias os mais maravilhosos possíveis,
Imagino que dás graças a Deus pela vida que levas. Eu, muitas vezes, me esqueço deste pequeno, grande detalhe.
Aprendi contigo a amar e perdoar as pessoas. Falta, de minha parte, somente aplicar, principalmente o perdoar.
Continue os teus passeios conosco, nossa família agradece. Nestas saídas da rotina ficamos felizes, sorridentes e esquecemos das agruras da vida.
Quando meu pai ficou só e fizemos a tabela dos finais de semana que os filhos ficariam com ele, tu imediatamente propuseste que queria também participar. Não ficamos abismados pois te conhecemos. Não cabe aqui colocar teus motivos para essa decisão, senão alongaria em demasia este depoimento.
Muito obrigado Lai por tudo o que és para nossa família.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui