Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
81 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55345 )
Cartas ( 21072)
Contos (12178)
Cordel (9607)
Crônicas (21341)
Discursos (3113)
Ensaios - (9921)
Erótico (13148)
Frases (40257)
Humor (17570)
Infantil (3576)
Infanto Juvenil (2311)
Letras de Música (5420)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135960)
Redação (2881)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2375)
Textos Jurídicos (1909)
Textos Religiosos/Sermões (4239)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->poesia -- 27/11/2001 - 13:27 (VALMIR JOSE NUNES VIANA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
passado que mim anuncia
distância coragem sem fim
ouço muitas vozes falando da saudade
imagino um poço onde as mulheres
mergulhão em sonho acordado
gente sem direção vagão
sem rumo na perigrinação
do verbo ausente de si.

presente faça de tudo
mais jamais se esqueça
de martelar e forçar a luta
para bem permitir as algemas
abertas assobiando altura
sem força humana.

futuro abra-se tua chama
vença todo o ódio que na
taça dos inválidos calando
ricos rumores adormecido da
fada sem clarão.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui