Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
70 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54787 )
Cartas ( 21052)
Contos (12083)
Cordel (9481)
Crônicas (21043)
Discursos (3104)
Ensaios - (9893)
Erótico (13117)
Frases (39763)
Humor (17540)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135497)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->mesmo as teclas -- 11/03/2002 - 15:34 (VALMIR JOSE NUNES VIANA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Sinto conversando amigo
palavras ditadas refina
o mesmo verbo tradutor
movimentos aventuais.

Comprindo manchete
transparente figura
inspiradora vontade posta
os funerais vencedoris.

Aqui ponho ha mão sobre
monte, escrevo simples
riqueza oposta partido,
latido calado.

Esvai força como querem
levante nascedouro
suplíçio minguante
mesmo ais teclas.

repetem-se gloriosa chuvas
secas lágriamas
palpitante olhos de luz
são crianças por nascimento.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui