Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
109 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55913 )
Cartas ( 21109)
Contos (12416)
Cordel (9752)
Crônicas (21604)
Discursos (3119)
Ensaios - (9947)
Erótico (13171)
Frases (41000)
Humor (17611)
Infantil (3597)
Infanto Juvenil (2322)
Letras de Música (5434)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136475)
Redação (2883)
Roteiro de Filme ou Novela (1047)
Teses / Monologos (2382)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4424)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->gloria -- 11/03/2002 - 15:26 (VALMIR JOSE NUNES VIANA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Acordarão na dança da árvore
muitos cantos guardado
enfileram nos passos
um emblema a poesias
com cores da vida compondo
perpetuos dos amores
posto nais cartas nomes
históricamente presença
em paises desiguais
diante da dor
furacões acompamhão a macha
das decisões refletida oceâno
em ti sentinela idealista.
fujo para o mundo das formais
versos francos trancendente
liberto das torturas fome.
fingem um fim igual a todos
onde morará consciência esquecida
daseras do dia a dia.
vem mergulhar sua flor em mim
faz nascer orvalho por traz do fim
socorre tal grito da gloria
perante firmamento englório!
nascimento livre da entolerançia
mesquinheis aparte-se
renasce fruto forte firmamento
não morrera ideais ao espaço
fincará no coração tão somente
poesia poesia poesia...

Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui