Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
90 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 55060 )
Cartas ( 21063)
Contos (12134)
Cordel (9568)
Crônicas (21229)
Discursos (3108)
Ensaios - (9913)
Erótico (13135)
Frases (39989)
Humor (17551)
Infantil (3562)
Infanto Juvenil (2309)
Letras de Música (5414)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (135730)
Redação (2875)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2374)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4205)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Poemático -- 07/03/2002 - 14:21 (VALMIR JOSE NUNES VIANA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Como na paria a vento
recorro as respostas tal
empurro o pensar na direção
do sol vejo-me ao espelho.
Na madrugada onde repouso
meu dia a dia fixo na madeira
esculpida tal sentida
meus percurso vão do ocidente ao oriente
encatamentos universo florindo
poemas onde rimas feitas
pelo vocabulário entroduzido
no questionário do prazer.
Valentias filhos de tantas lutas
deste mundo ausente de parsos
desvenda horizontes
das ameaçadas estinção.
corri sobre as nossas coragem
alcança estrela finita
dos olhos infantis filamentos
coberto democraçia final.
Um poema te dou em horas que passo
pelo fio olhar.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui