Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
119 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56132 )
Cartas ( 21113)
Contos (12445)
Cordel (9802)
Crônicas (21707)
Discursos (3120)
Ensaios - (9953)
Erótico (13192)
Frases (41223)
Humor (17643)
Infantil (3599)
Infanto Juvenil (2327)
Letras de Música (5440)
Peça de Teatro (1311)
Poesias (136703)
Redação (2885)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2379)
Textos Jurídicos (1914)
Textos Religiosos/Sermões (4462)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->SELF-SERVICES DA FÉ E DOS PERDÕES -- 01/10/2003 - 18:56 (Joel Ribeiro do Prado) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
SELF-SERVICES DA FÉ E DOS PERDÕES

Estilo grandiloqüente e piegas, próprio dos inconsistentes, O daqueles que, por ingenuidade ou por portarem alguma psicopatia, operam em fortes redes internacionais que disseminam ilusórias soluções com a irresponsabilidade dos que traficam entorpecentes e alucinógenos.

Os de “preocupações” religiosas divorciadas de obrigações concretas para com o aprimoramento real do ser, retardam-se na vida e costumam se esconder dos seus resultados afundando-se mais e mais nas suas obsessões alienantes. Acham-se, no entanto, recompensados pelas insígnias que recebem em seu meio, como afirmação do seu alto grau espiritual. Quem com eles repartir o seu pão verá a recompensa da gratidão e do respeito ser desviada para qualquer deus saído dessa forja dos falsos apoios e da nenhuma realização pessoal. Os deuses de tais altares cobram muito caro por aquele estímulo que mesmo uma aragem dá-nos de graça, depois de haverem fixado na mente dominada a idéia irremovível de que são donos até dos mananciais energéticos da natureza.

Os que se alimentam nesses self-services da fé e dos perdões sentem-se realizadores, íntegros e limpos, independentemente das ações que pratiquem, já que em tudo podem aplicar um tal rótulo da permissão divina. Comandados através de cordões psicológicos, são marionetes dos teatros controlados pelos empresários das religiões – todas elas com grifes registradas e ostentando riqueza material. Ali se deformam e ali se refugiam até que devam passar o seu espaço para gente mais jovem.

Evite os self-services da fé e dos perdões. Neles, o seu espírito ficará gordo e ilusòriamente satisfeito, mas, como qualquer sedentário, não estará preparado para os rigores da verdadeira Grande Ascensão, que esta se faz com muito suor e privilegiando a família; se houver sobras, os outros.

O céu fica muito longe e muito alto...
Comentários

HPYivckQbYLudvdbLV  - 20/11/2011

Wow I must cfnoses you make some very trenchant points.

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui