Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
101 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56920 )
Cartas ( 21164)
Contos (12585)
Cordel (10041)
Crônicas (22162)
Discursos (3133)
Ensaios - (8973)
Erótico (13389)
Frases (43445)
Humor (18412)
Infantil (3758)
Infanto Juvenil (2645)
Letras de Música (5464)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (138081)
Redação (2919)
Roteiro de Filme ou Novela (1053)
Teses / Monologos (2399)
Textos Jurídicos (1924)
Textos Religiosos/Sermões (4809)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->DIA 13, DIA DO AZAR - ORIGEM DAS SUPERSTIÇÕES -- 13/08/2003 - 08:39 (ANTICRISTO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

"As supertições surgiram há muito tempo atrás. Antes, os povos não tinham conhecimento suficiente para dar resposta às coisas que aconteciam na vida deles, em conseqüência disso esses povos começaram a criar supertições, crendices, folclore, etc.



Algumas de suas perguntas podiam ser: Porque existe o trovão? A diferença entre o dia e a noite? Qual o motivo da ocorrência das tempestades? Como surgem as ondas do mar? E inúmeras outras perguntas.



Os homens vivam em cavernas e dentro delas eles criavam seus medos em decorrência desses fenômenos. Também, vindo desses medos, foram criadas as "religiões", seitas e seus deuses para serem adorados. Um exemplo disso é Thorr, o deus do trovão. Então, o homem passou a viver respeitando os fenômenos naturais como se fossem reais entidades.



Com isso, surgiram as supertições que, com o passar dos tempos, foram sendo modificadas. Essas supertições são tão antigas que existem relatos de que Hesíodo que viveu 700 anos antes de Cristo não aconselhava que fosse feita nenhuma plantação no dia 13. Hoje, podemos ver referências a essa supertição em muitos lugares da Europa e da América do Norte, nos quais não existe o 13º andar, apartamentos com o número 13, assentos em estádios ou cinemas com esse número" (Breno Amaral, "Superstições e Suas Origens": http://www.lagoinha.com/azar/origem.asp).



Ô leitor deverá estar pensando que essas palavras procedam de um ateu. Mas não, elas vêm de um evangélico, conforme se pode ver em muitos outros textos de sua página: http://www.lagoinha.com/azar/.



Vejam MAIS



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui