Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
28 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57167 )
Cartas ( 21140)
Contos (12558)
Cordel (9907)
Crônicas (21997)
Discursos (3126)
Ensaios - (10096)
Erótico (13282)
Frases (42400)
Humor (18012)
Infantil (3659)
Infanto Juvenil (2423)
Letras de Música (5458)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137461)
Redação (2895)
Roteiro de Filme ou Novela (1050)
Teses / Monologos (2384)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4564)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Duas Mortes - (Apátridas) -- 04/09/2015 - 23:40 (Delasnieve Daspet) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Réquiem para os Refugiados
Duas Mortes - (Apátridas)
Delasnieve Daspet
.
Sonham por anos,
Uma vida inteira,
Na fome e na miséria,
Privam-se do mínimo
Buscam a liberdade.
.
Partem sem nada
Buscando o todo.
Pedem tão pouco, e, dão tudo.
.
Deixam suas origens;
Vivem a espera
Do que pode ser.
.
Resistem quanto podem
A sanha criminosa...
Alguns morrem na caminhada.
.
Em alto mar
Sem repouso definitivo, sem dignidade,
Seus corpos são jogados,
.
Apátridas, perdidos,
Sem amarras...
Sem sonhos,
Morrem duas vezes.
.
Sonhos e vidas se perdem,
Vitimas de guerras, fome, perseguições;
No mar da morte,
Muitos, ainda, irão morrer!...
DD_Campo Grande-MS, 22 julho de 2015.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui