Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
75 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54479 )
Cartas ( 21033)
Contos (11993)
Cordel (9385)
Crônicas (20907)
Discursos (3101)
Ensaios - (9872)
Erótico (13091)
Frases (39523)
Humor (17519)
Infantil (3551)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5407)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (135165)
Redação (2861)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4106)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->MÃE DE MIM -- 12/05/2012 - 22:39 (Clovis Coelho Rocha) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Gostaria de ter me parido,
Poupar a minha Santa dos sofrimentos que lhe causei.
Sentir a dor do meu parto,
Trocar minhas fraldas,
Virar noites ouvindo meu choro,
Dar-me as palmadas que merecia e não levei.
Fazer-me estudar em manhãs frias.
Ficar aguando os presentes que não vinham.
Acordado noites com as incertezas do futuro.
Deixar de colocar na minha boca o pão que era pouco.
Escabelar-me quase louco por tentar fazer-me entender
Que o futuro é hoje.
Arrepender-me, às vezes, por não ter me retido na barriga.
Ah vida!
Porque não pode ser dividida
Para que poupar aquela Santa
De ter me gerado insensível, frio, e desalmado?
Que nosso Deus que criou tantas mães Santas
Dê a sanche de outras tantas
Tornar-se mãe, se possível,
De filhos melhores que eu.
Não crie nenhum desventurado,
E, dê a vocês, mães
Todo amor por muitos negado.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui