Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
24 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57167 )
Cartas ( 21140)
Contos (12558)
Cordel (9907)
Crônicas (21997)
Discursos (3126)
Ensaios - (10096)
Erótico (13282)
Frases (42400)
Humor (18012)
Infantil (3659)
Infanto Juvenil (2423)
Letras de Música (5458)
Peça de Teatro (1313)
Poesias (137461)
Redação (2895)
Roteiro de Filme ou Novela (1050)
Teses / Monologos (2384)
Textos Jurídicos (1918)
Textos Religiosos/Sermões (4564)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Infantil-->Bebé-Pagaio -- 22/09/2003 - 18:33 (MARIA PETRONILHO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Bebé-Pagaio, é frágil.
Dentro de casa, já voa
e vai pousar no poleiro,
vaidoso da sua pessoa!

E olha, que sorrisinho,
ao escutar meu elogio!
(para mim se exibiu)

Mas na varanda, já viu?
Tem medo, Papagaiozinho!

Tem medo da noite vindo,
Das sirenes de bombeiro,
medo do sol e do frio,
e, como é pequenino,
quer logo entrar em casa
mas se vem alguém
Porém,
desorienta-se e cai!
Cai nas dálias em botão,
cai na palmeira que pica
(insultando o seu bico)

Mas ai,
é maior a palmeira
que o bico do pagagaio!

Fica quieto, coitadinho.
Suas oito garras fechadas,
suas lindas asas tremendo....

Não fala ainda.

Resignado e calado,
espera-me.
E vendo-se tão aflito
com seus redondinhos
acusa-me mas ... sorrindo!

Deiza-se pegar, mansinho
e agarra-se a mim, pobrezinho,
que outro surporte não tem.
Vem para meu colo pensando
que é Gente é sua mãe!

Gente é :
lindo!
Lindo! Lindo!

Mas se vem alguém,
e ele todo se estende
para cumprimentar Gente,
Gente desata gritando:
ai, que medo desse Bicho!

E Gente foge correndo
do Bebé-Pagaiozinho,
que fica desiludido...


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui