Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
81 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54480 )
Cartas ( 21033)
Contos (11993)
Cordel (9391)
Crônicas (20911)
Discursos (3101)
Ensaios - (9872)
Erótico (13091)
Frases (39529)
Humor (17519)
Infantil (3551)
Infanto Juvenil (2304)
Letras de Música (5407)
Peça de Teatro (1308)
Poesias (135169)
Redação (2861)
Roteiro de Filme ou Novela (1035)
Teses / Monologos (2368)
Textos Jurídicos (1911)
Textos Religiosos/Sermões (4108)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Corrente de Palavras -- 15/06/2008 - 19:08 (VALMIR JOSE NUNES VIANA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Efêmero não mora em te
Subjectivo mundo que plasma
Obijetividade de um dual ser.
Corrente de palavras dos mares naus.

Perfura o cântico sem ardo,
Na aura de um vate real
Plural semente do ego que mira
coroas dos luzeiros orientais.

Pela odes forma o mundo versos soltos
Palpita há oração contemplativa.
por te palavras vivi vida presente que
alonga horas pra um infinito.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui