Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
112 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56478 )
Cartas ( 21121)
Contos (12490)
Cordel (9845)
Crônicas (21811)
Discursos (3122)
Ensaios - (9984)
Erótico (13198)
Frases (41518)
Humor (17698)
Infantil (3604)
Infanto Juvenil (2328)
Letras de Música (5448)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (136969)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1048)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4479)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->Avaliação LXV nono II unid -- 10/08/2018 - 17:57 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA (marceloosouzasom@hotmail.com) zap 71-992510196) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Colégio: Edvaldo Fernandes
Data:
Aluno (a):
Professor: Marcelo de Oliveira Souza,IwA


O professor é o super-herói do presente, pois ele garante o seu futuro! Autoria própria.

Avaliação da II Unidade de Língua Portuguesa Valor 4,0


Assassinato da Língua Portuguesa


Todos sabemos que hoje em dia a educação vem claudicando nos estabelecimentos de ensino, muitos só pensam no quantitativo, não vislumbram a escola como um ambiente de aprendizagem, alguns comparam até esse fortuito meio de crescimento com castigo.
Os “estudiosos” no assunto inventam uma gama de métodos inovadores para vender livros, sabendo-se que não existe aprendizado sem uma pessoa disposta a aprender.
Não existe um ser humano disposto a aprender vivendo em um meio adverso, cheio de dificuldades psicológicas ou financeiras, muito menos onde a permissividade impera.
A falta de educação é tão grande que já estamos transpassando o aprendizado para a esfera alimentar, onde o limite inexiste.
A criança sem limites não vai se interessar por nada que imagine ser monótono, quando chega à esfera escolar, o professor tem dificuldade de ensinar, pois quando não existe ordem numa sala, não vai existir aprendizado.
Antigamente existiam professoras primárias leigas, que conseguiam mais sucesso do que os professores de hoje, com mestrado e até doutorado.
Essa semana fomos resolver alguns projetos numa gráfica, na nossa frente havia um homem que passou quarenta minutos para corrigir um texto a ser impresso, nessa agonia da espera apareceu uma mulher com um ”banner” na mão, onde existia uma homenagem ao seu genitor, referente ao dia dos pais. Ela chegou argumentando que o digitador escreveu seu “banner” errado, confessou que era “fraca” em português e quando os parentes foram ler a homenagem, passou a maior vergonha, tudo escrito errado e faltando até palavras.
Só em quinze minutos constatamos uma pessoa na frente “roendo” a nossa língua, vimos seu texto cheio de erros, mas deixamos assim para ver se toma vergonha e vai estudar um pouco; a outra assassinou a língua de todas as formas, ainda saiu carregando a sombrinha, com medo de escorregar na nossa língua pátria mais uma vez.
Assim caminha a nossa sociedade, maltratando nosso idioma, depois é só culpar o professor, que “está tudo bem”.

Marcelo de Oliveira Souza,IwA
Dr. Honoris Causa em Literatura
Do blog http://marceloescritor2.blogspot.com





01. Segundo o texto um dos grandes fatores que não existe aprendizado é:


a) A falta de interesse do estudante
b) A Falta de preparo psicológico e financeiro
c) A falta de vagas nas escolas
d) A falta de transporte e fardamento



02. ” “roendo” a nossa língua”... Essa expressão citada pelo autor, representa claramente uma figura de linguagem, que é:

a) Pleonasmo
b) Metáfora
c) Zeugma
d) Silepse




03. “Só em quinze minutos constatamos uma pessoa na frente “roendo” a nossa língua, sobre a oração acima podemos constatar, que existe a figura de sintaxe:

a) Pleonasmo
b) Metáfora
c) Zeugma
d) Elipse



04. Ainda sobre a questão número 03, podemos perceber também que seu sujeito e predicado são respectivamente:

a) Simples; verbal
b) Composto; verbo-nominal
c) Oculto; verbo-nominal
d) Indeterminado; nominal




05. “ havia um homem que passou quarenta minutos para corrigir um texto...”
Nesse período, as suas orações são respectivamente:



a) Oração coordenada assindética; Oração coordenada sindética conclusiva
b) Oração principal; Oração subordinada substantiva subjetiva
c) Oração principal; Oração subordinada substantiva predicativa
d) Oração principal; Oração subordinada adverbial causal





06. ‘Antigamente existiam professoras primárias leigas, que conseguiam mais sucesso...” Nesse período, as suas orações, são respectivamente:



e) Oração Principal; Oração subordinada completiva nominal
f) Oração principal; Oração subordinada substantiva subjetiva
g) Oração principal; Oração subordinada substantiva predicativa
h) Oração principal; Oração subordinada adverbial causal






07. “Os “estudiosos” no assunto inventam uma gama de métodos inovadores...” O Verbo na oração está:


a) No pretérito perfeito do modo indicativo
b) No presente do modo indicativo
c) No pretérito imperfeito do modo indicativo
d) No futuro do modo subjuntivo




08. ‘transpassando o aprendizado para a esfera alimentar, onde o limite inexiste...” Podemos afirmar que a palavra que possui afixos, radical e vogal temática é:

a) Aprendizado
b) Transpassando
c) Espera
d) Alimentar




As questões nove e dez serão sobre o período : “ O professor é o super-herói do presente, pois ele garante o seu futuro!”


09. A palavra futuro na oração tem sua classificação gramatical:

a) Verbo
b) Substantivo
c) Pronome
d) Adjetivo

10. A conjunção nesse período é:

a) Pois
b) Garante
c) O
d) Seu











































Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui