Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
45 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56584 )
Cartas ( 21156)
Contos (12595)
Cordel (9988)
Crônicas (22112)
Discursos (3130)
Ensaios - (8903)
Erótico (13337)
Frases (43002)
Humor (18282)
Infantil (3716)
Infanto Juvenil (2549)
Letras de Música (5461)
Peça de Teatro (1315)
Poesias (137836)
Redação (2909)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2386)
Textos Jurídicos (1921)
Textos Religiosos/Sermões (4639)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->PARA PRESOS DA LAVA-JATO CELA OU JAULA? -- 02/04/2019 - 05:50 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

A operação lava-jato



Trouxe-nos grande
problema.



Se construímos prisões,



Jaula, gaiola eis
dilema.



Por haver muitos
animais



Envolvidos no esquema.



 



Tem todo tipo de bicho,



De animais peçonhentos



Do lindo gato Angorá,



Só falta  Anta e Jumento,



Pavão, Castor, Jacaré



Ao Caranguejo barrento.



 



Pezão, Abelha, Molusco,



E também cobra e
lagarto.



Todos com muito
dinheiro



Com os bolsos muito
fartos.



Muitos estão numa cela



Que serve de sala e
quarto.



 



Pra cuidar de tantos
bichos



Só muito veterinário.



Com especialidades



Até mesmo em apiários,



Também vai ser bem
difícil



Fazer os seus vestuários.



 



Botar camisa em abelha



E calça em jacaré



Fazer capa pra morcego



Saía para guarnizé.



Roupa para caranguejo



Sapato que dê no Pé.



 



Molusco com seus tentáculos



É pra se vestir com
luvas.



Há problema de cardápio



Pois, Morcego gosta de
uva.



Se tiver tamanduá



Pode ser dado saúva.



 



Cobra tem muita comida



No lugar não falta rato.



Será difícil pra abelha



Porém fácil para gato.



Se lá estivesse Anta



Não haveria seu prato.



 



Mas como não tem
fosfato



Poderia comer lagarto.



Caranguejo come peixe



Lula ficará bem farto



Jacaré come de tudo



Até colega de quarto.



 



Ainda haverá problemas



Com respeito às visitas



Como organizar as filas



Pra cobra não comer
catita.



Como se fazer a revista



Quando a gata for
bonita?



 



Barata tem em todo
canto



E lá não podia faltar.



Não sei se existe pulga



No dorso do Angará.



Na dúvida prende macaco



Para os bichos catar.



 



O problema maior será



Apelos judiciais



Se recorrem à justiça



Protetora de animais,



Ou à justiça dos homens



Com todos os seus
arsenais.



 



Existem muitas doenças



E as infectocontagiosas,



Transmitidas por
Baratas,



São muito mais
perigosas



Muito mais que a
peçonha



De certas cobras
venenosas.



 



Com ajuda de
companheiro



Escaparam do lugar



Dois bichos bem
perigosos:



Morcego e Angorá



Buscas estão sendo
feitas



Pra que não venham
escapar.



 



HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO



FORTALEZA, MARÇO/2019.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 25Exibido 52 vezesFale com o autor